"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

CONVERSA DE VIZINHAS


 

Ontem, entre tantas notícias sobre casamento gay, torcedores racistas e leões sequestrados, a imprensa trouxe uma dessas novidades que não deixam de constituir uma das ironias da vida: aumentam espantosamente os números dos casos de assaltos (ou, como os jornalistas amestrados gostam de dizer, da “violência”) dentro dos campi das universidades brasileiras.
Fico me perguntando como os professores de História, Filosofia, Sociologia...enfim, de tudo isso que chamamos de “área das humanas” explicariam o fato para seus alunos atacados depois das aulas...fico imaginando as interpretações politicamente corretas sobre os “excluídos” e sobre a inevitabilidade da “redistribuição de renda” na sociedade e não deixo de me divertir com a carinha de surpresa dos âncoras dos principais jornais.
Acima de tudo é preciso esconder o fato de que a polícia civil não pode dar início a procedimento investigatório dentro de uma universidade federal, não é mesmo? Antes de qualquer coisa é necessário lembrar que policiais militares estão proibidos de atuar dentro dessas áreas em perseguição aos bandidos, não estão?
 
Certa vez eu escrevi que as universidades surgiram para fazer com que um “monte de gente” que entrava nela pensando igual saísse de lá pensando diferente e lembrei ainda que hoje ocorre o oposto...que a academia brasileira controlada pelo PT é uma máquina de lavagem mental, de correção política e de desconstrução dos valores que permitiram que ela mesma, universidade, houvesse surgido.
Chegamos agora a fase final, a ironia suprema de ver “a questão da violência” como dizem os cretinos da imprensa invadir a universidade...a mesma universidade que ensina seus filhos que ela, violência, é a “parteira da revolução”, que faz festas regadas à drogas e rituais satânicos, que costura os órgãos genitais dos estudantes e os ensina a invadir reitorias, que aceita alunos por critérios de cor da pele e com dinheiro público sustenta os “núcleos de pesquisa” e as “performances” sobre diversidade de gênero. Deus me livre de ter um filho estudando História numa universidade federal!
 
Proteja-me, oh Senhor, de ver minha filha como aluna de uma faculdade de filosofia! Melhor sabê-los vítimas de um assalto, de um arrastão ou de uma agressão leve no estacionamento desses verdadeiros antros de corrupção...dessas verdadeiras máquinas de desvio de dinheiro público e de justificativa moral para todas as barbaridades que os vagabundos petistas vem fazendo com nosso país desde 2003. 
 
Droga, meus amigos, é aquilo que os professores petistas vendem aos nossos filhos nas aulas da UFRGS, USP e UFMG...Violência é o que se perpetra na UNB ou na UFRJ quando se ensina médicos a se tornarem revolucionários..quando se transforma todo futuro juiz num ativista político e cada engenheiro num mero contador de dinheiro para o Diretório Central do partido mais imundo que já governou o Brasil.
 
Em 1987, foi criado pela USP o chamado NEV (Núcleo de Estudos da Violência) que afirma na sua página na internet possuir como metas principais “a realização de investigações científicas sobre a violação de direitos humanos no Brasil e a construção da democracia e, para isso, busca compor um grupo interdisciplinar de pesquisadores e docentes que desenvolvam trabalhos e reflexões sobre as diversas violações de direitos humanos no país. Atualmente a equipe é formada por pesquisadores das áreas de ciências sociais, direito, história, psicologia, saúde pública e literatura.” 
 
Evidentemente criado no espírito do fim da Ditadura Militar, jamais alguém imaginaria naquela época que os assaltos e roubos dentro da própria universidade pudessem ser objeto de pesquisa acadêmica. Pois bem, agora podem! Nunca foi tão fácil publicar sobre isso sem ser preciso deslocar-se dentro das grandes cidades...sem entrar nas favelas como estudante de medicina da mesma forma que eu mesmo fiz aqui em Porto Alegre num exercício de demagogia, de culpa e de perda de tempo.
 
Na minha época a universidade precisava “sair detrás dos muros”..nós precisávamos ter “contato com a realidade” e assim o fizemos: levamos para “realidade” a nossa interpretação da sua pobreza..visitamos a violência e lhe oferecemos a justificativa da libertação..nós a analisamos, nós a compreendemos e, como revolucionários, perdoamos...nada mais justo, portanto do que uma visita de retribuição em que a violência venha nos encontrar dentro da própria universidade e, numa conversa de comadres, nos contar como está passando.
Assaltos em estacionamentos e trabalhos “de campo” com viciados em crack são pois manifestações diferentes do mesmo fenômeno: a Universidade se marginalizou e os bandidos se tornaram doutores – missão cumprida pelos vagabundos petistas: o diálogo entre violência e universidade é apenas uma Conversa de Vizinhas.
 
À memória do meu querido avô, Milton Clóvis Pires,
que morreu sem ter conseguido entrar na Universidade.

Milton Pires
Porto Alegre, 16 de setembro de 2014.

ENTREGANDO O JOGO, OU A PROMESSA DA BOA COLHEITA DOS FRUTOS PODRES

Ouvido pela Justiça sobre tráfico de drogas, Alberto Youssef mostrou-se disposto à delação premiada

alberto_youssef_03Responsável pelo processo da Operação Lava-Jato, que tramita na Justiça Federal, em Curitiba, o juiz Sérgio Fernando Moro ouviu em depoimento, nesta terça-feira (16), os doleiros Alberto Youssef e Carlos Habib Chater no caso de tráfico internacional de drogas, operação que contava com a participação da ‘Ndrangheta, a máfia que atua na Reggio Calabria, na região sul da Itália. Youssef e Chater eram responsáveis pela parte financeira da operação criminosa, que contava com a participação da também doleira Maria de Fátima Stocker, que atuava com a dupla.

Stocker foi presa na Espanha – depois transferida para a Itália – sob a acusação de ser a pessoa responsável pelo pagamento da cocaína comprada pela ‘Ndrangheta na Bolívia. O entorpecente entrava no Brasil por via terrestre, depois de ser embalado no Paraguai. Os pagamentos aos traficantes eram feitos a partir da criminosa ciranda financeira comandada por Alberto Youssef, que tinha Habib Chater como um dos seus principais operadores.

Duas operações policiais, Monte Pollino e Bongustaio, deflagradas no Brasil e na Itália, respectivamente, investigaram as atividades da máfia calabresa no Porto de Santos. O chileno Tomasin Rivera Milan Rayco, morador em Praia Grande, cidade do litoral sul paulista, era o homem de confiança da ‘Ndrangheta no Brasil. Além Rayco, mais três pessoas foram presas na Baixada Santista.

Durante o depoimento, Alberto Yousseff disse que está disposto a fazer um acordo de delação premiada, desde que seja garantida a sua imediata soltura. O doleiro já teria comunicado a família sobre sua decisão, que se levada a cabo poderá derrubar a República.

Com a notícia divulgada no começo da noite desta terça-feira, muitos políticos envolvidos com o doleiro já começam a se movimentar e a rever planos futuros. Como já noticiou o ucho.info, há pelo menos cinquenta deputados federais envolvidos com Youssef, além de quase vinte senadores, ministros de Estado e governadores, além dos três (Roseana Sarney, Eduardo Campos e Sérgio Cabral Filho) que foram citados nos depoimentos de Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras.

16 de setembro de 2014
ucho.info

SOB PRESSÃO

Acusados na Operação Lava-Jato intensificam ameaças a testemunhas e denunciantes do esquema

policia_federal_11 No momento em que reconquistam a liberdade alguns dos presos na Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, cumpre-se o que determina a lei, mas nenhuma autoridade envolvida nas investigações se preocupou com o fato de que soltos esses marginais voltarão a se juntar à quadrilha que agia na órbita de um intrincado esquema de corrupção e desvio de dinheiro público.

Há dias, o editor do ucho.info questionou uma dessas autoridades sobre o risco que correm os denunciantes do que pode ser o maior escândalo de corrupção da história nacional. Com certa dose de desdém, a tal autoridade disse que os denunciantes – o editor do ucho.info e o empresário Hermes Magnus – no máximo terão problemas com o doleiro Alberto Youssef, que não sairá tão cedo da prisão, segundo relato do nosso interlocutor.

Imaginar que Youssef não representa risco é no mínimo irresponsabilidade, pois o doleiro comandava a criminosa ciranda financeira que movimentou muito mais do que os R$ 10 bilhões anunciados até agora. Desde a deflagração da Operação Lava-Jato, o ucho.info insiste em afirmar que o risco maior que correm os denunciantes é representado por aqueles que não foram presos pela Polícia Federal e que continuavam agindo nos subterrâneos do poder para recuperar o máximo de dinheiro possível e destruir provas.

Contudo, a grande questão estava nas ameaças que esses quadrilheiros em liberdade poderiam fazer aos denunciantes e às testemunhas. Conforme apurou o site nas últimas horas, algumas testemunhas estão sendo ameaçadas por pessoas que integravam o esquema desde os tempos do finado José Janene, comandante-mor da operação e conhecido no Congresso Nacional como o “Xeique do Mensalão”.

Fora isso, chega a ser escandalosa a forma como telefones e contas de e-mail estão sendo monitorados. No caso do ucho.info, todos os telefones – celulares e fixo – estão grampeados, assim como monitorados são as mensagens trocadas por e-mail. Para que o leitor consiga compreender a ação da quadrilha e também dos implicados, qualquer mensagem alusiva à Operação Lava-Jato é previamente analisada por um bando de delinquentes que age a mando dos culpados. Entre os mandantes há pessoas de todos os naipes, começando por políticos e integrantes do governo, que ao contrário dos discursos moralistas que vociferam não querem que a verdade venha à tona.

As autoridades envolvidas nas investigações da Operação Lava-Jato precisam avaliar com maior cuidado as ordens de soltura, pois até agora o máximo que os denunciantes conseguiram em termos de suposta garantia foi o ingresso no serviço de proteção à testemunha do governo federal, o Provita. Isso significa que nesse caso os que denunciaram o faroeste caboclo que se instalou no governo serão protegidos pelo principal denunciado.

Esse tipo de proteção foi oferecido ao editor por ocasião das denúncias do Mensalão do PT, quando o jornalista foi ameaçado de morte por um alto integrante do governo, que usou sua influência partidária e seus contatos políticos para intimidar quem jamais teve medo de denunciar os desmandos de uma quadrilha que se instalou no poder. Aqui deixamos um alerta aos que continuam nos ameaçando: a Operação Lava-Jato ainda está no começo, apesar de seus vários desdobramentos, e o nosso estoque de informações ainda é grande.

16 de setembro de 2014
ucho.info

SOL QUADRADO

Lula deveria ser processado e preso por declarações irresponsáveis e absurdas feitas em ato no RJ

lula_363
Partidos de oposição garantem que pedirão à mesa diretora da CPMI da Petrobras a adoção de medidas para defender a imagem do Congresso Nacional, atingida pelas declarações de Luiz Inácio da Silva, o lobista Lula, durante discurso em ato público no Rio de Janeiro promovido, na tarde de segunda-feira (15), pelo PT e sindicalistas ligados à Central Única de Trabalhadores (CUT).

Lula afirmou que as comissões parlamentares de inquérito (CPIs) são instaladas para que deputados e senadores achaquem empresários. “No pré-sal, já houve três pedidos de CPI só na Petrobras. Eu tenho a impressão que essas pessoas (parlamentares) pedem CPI para, depois, os empresários correrem atrás delas e achacarem esses empresários para ganhar dinheiro”, declarou Lula, como se ele próprio fosse uma ode à moralidade.

Um dos indignados com as declarações de Lula é o deputado federal Rubens Bueno (PR), líder do PPS na Câmara. “Se ele (Lula) está dizendo isso, é porque sabe quem são os deputados e senadores que achacam empresários usando as CPIs. Senão, seria de uma irresponsabilidade enorme dar uma declaração dessas apenas para tentar desmoralizar a CPI mista que está apurando irregularidades na Petrobras”, declarou o parlamentar.

O ex-presidente da República vem fugindo da imprensa desde que sua amante, Rosemary Noronha, foi flagrada na Operação Porto Seguro, da Polícia Federal, em um esquema de tráfico de influência e venda de pareceres de órgãos do governo federal, mas até agora nada foi esclarecido a respeito do assunto. De tal modo, Lula não tem um grama de moral sequer para fazer qualquer acusação, até porque, como há anos afirma o ucho.info, o escândalo do Mensalão do PT é muito maior do que foi noticiado até então. E os desdobramentos da Operação Lava-Jato aí estão para provar que o editor do site estava certo.

Lula, que transformou o Congresso Nacional em um lamacento e criminoso balcão de negócios, por certo sabe os nomes desses senadores e deputados que achacam empresários. O melhor que o ex-metalúrgico poderia fazer, caso queira manter as chances de reeleição de Dilma Rousseff, é limitar-se à própria insignificância e deixar de falar besteiras, pois nesse rol de supostos achacadores há muitos “companheiros”. Se a “companheirada” não estiver achacando na órbita da CPMI da Petrobras, com certeza está em outras searas. E para chegar aos nomes desses “probos” representantes do povo não é tarefa fácil. Há um conhecido parlamentar, muito próximo a Lula, que em São Paulo cobra propina para facilitar negócios na área da saúde.

O ucho.info não está a defender a classe política nacional, até porque isso é missão quase impossível em função do comportamento nada republicano da maioria, mas Lula tem o dever legal de provar o que fala, porque reza o bom Direito que o ônus da prova cabe a quem acusa. Fosse o Brasil um país minimamente sério e com autoridades imbuídas de coragem suficiente para determinar o cumprimento da lei, Lula já estaria preso. Sempre lembrando que Paulo Roberto Costa, que por enquanto vem pagando a conta, jamais agiu sem a anuência do Palácio do Planalto. Ou seja, nos últimos onze anos em meio Costa sempre atuou como operador da Presidência da República.
Regimentos de Câmara e Senado preveem ações

O artigo 21 do regimento interno da Câmara prevê que a Procuradoria Parlamentar “promoverá, por intermédio do Ministério Público, da Advocacia-Geral da União ou de mandatários advocatícios, as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis para obter reparação”.

Já o regimento do Senado estabelece que a finalidade da Procuradoria Parlamentar é promover “a defesa, perante a sociedade, do Senado, de suas funções institucionais e de seus órgãos integrantes, quando atingidos em sua honra ou imagem em razão de exercício de mandato” e também determina a adoção de medidas judiciais e extrajudiciais para que a imagem da instituição seja reparada.

16 de setembro de 2014
ucho.info

GABRIELA

Um dia alguém pediu a um homem que fizesse uma musiquinha, um tema para uma novela que se chamaria Gabriela. E eis que ele fez uma obra prima do mais alto gabarito digna de figurar entre os clássicos do mundo inteiro! Esse homem não seria preciso dizer quem é: Antonio Carlos Jobim.

https://www.youtube.com/watch?v=u8KcekMdeEs&feature=player_embedded
 
14 de setembro de 2014
j.a.mellow (ago/2013)
 

O PELEGO E O MUSSOLINI DE SÃO BERNARDO

Até quando esses MELIANTES ficarão SOLTOS? Stedile, o maior pelego do Brasil, e Lula, o Mussolini de São Bernardo, querem golpear a democracia
 
João Pedro Stedile, o chefão do MST, esteve naquela patuscada promovida por Lula em frente à sede da Petrobras no Rio. E demonstrou que é mesmo o que sempre afirmei que era: mero esbirro do PT. No seu discurso, afirmou: “Vamos estar todos os dias aqui em protesto [se Marina ganhar]”.
Cabe a pergunta: por quê? Por razões óbvias, ele não conhece as medidas de Marina na área do pré-sal pela simples razão de que ela ainda não venceu a eleição, ora essa. Não tendo vencido, não tomou posse. Não tendo tomado posse, ainda não governou.
Stedile, em companhia de Lula, deixa claro, assim, que não reconhece as instituições do regime democrático, coisa que, diga-se, eu também sempre soube. Gente como ele — a exemplo de Guilherme Boulos, o líder do MTST — só existe porque a democracia costuma ser tolerante com elementos que buscam solapar seus fundamentos.
O chefão do MST é o maior pelego do Brasil. Dilma, na comparação com Lula e FHC, é a presidente que menos assentamentos fez. E nem acho que isso seja um problema em si, já que os sem-terra, de fato, não existem. O que existe é o MST, um aparelho que vive do dinheiro público. A grana que financia o movimento, na prática, tem origem nos recursos destinados à agricultura familiar.
A declaração de João Pedro Stedile, para a surpresa de ninguém, tangencia o terrorismo político. Observem que ele nem mesmo diz que promoverá protestos ligados à sua área de atuação. Nada disso! Agora, o chefão do MST pretende também dar ultimatos no setor energético.
O que Lula e este senhor fizeram, nesta segunda, foi ameaçar o país. O Poderoso Chefão do PT está tentando alimentar temores que muita gente já expressou aqui e ali: se os petistas forem derrotados, o país se tornará ingovernável porque eles botarão a tropa na rua. Se, agora, diante do nada, brandindo um fantasma, uma invenção, uma fantasia, fazem esse escarcéu, imagine-se o que não fariam se, num eventual novo governo, tivessem seus interesses contrariados.
Lula está ameaçando o Brasil com uma “Marcha Sobre Roma” se o seu partido for apeado do poder, se o eleitor insistir em fazer o que ele não quer. O ato desta segunda foi a manifestação explícita e arreganhada de quem não tem a democracia como um valor universal. Para os petistas, uma eleição presidencial é aquele processo que só admite um resultado: a vitória.
É coisa de fascistas. Lula está pensando que o Brasil de 2014 é a Itália de 1922 e que ele é o jovem Mussolini.

16 de setembro de 2014
Reinaldo Azevedo, Veja Online

O RISCO DE LULA SE PERDER A ELEIÇÃO

É muito provável que o ex-presidente Lula esteja vivendo o mais tormentoso período de sua vida política, porque pela primeira vez, desde que assumiu a Presidência da República, 12 anos atrás, percebe que o plano de perpetuação no poder existente nas raízes de seu partido ameaça ir por água abaixo.

Realmente, nunca Lula e o seu partido viveram antes incerteza igual à que se instalou no quadro político brasileiro com a morte do candidato Eduardo Campos e o consequente crescimento de Marina Silva. As coisas sempre transcorreram suaves para o Partido dos Trabalhadores desde que ganhou a primeira eleição que o levou ao Palácio do Planalto.

Houve um momento de risco, quando Lula disputava o segundo mandato, e se deu mal, muito mal, num debate pela televisão com outros candidatos. Naquela ocasião, amaldiçoou ele os assessores, em quem pôs a culpa, e permaneceu em estado de insegurança, mas não tão acentuada como a dos dias presentes.

Agora, é curioso perceber que a sua sucessora, a quem ele atribuía enorme competência, vem mostrando um despreparo de assustar, pois desde que assumiu o cargo atua de forma tão desastrosa que coloca o País no plano inclinado, ladeira abaixo. No exterior, principalmente, percebe-se que o Brasil encolhe de tamanho e perde credibilidade, sobretudo em face de dever muito mais do que dispõe nas reservas e de viver inflação alta com baixíssimo crescimento econômico.

É possível admitir que Lula realmente acreditasse na competência de Dilma Rousseff, mas agora, vendo suas atrapalhadas, talvez esteja arrependido da escolha feita quatro anos atrás. O pior é que não pode deixar transparecer isso, sob pena de fortalecer ainda mais os dois candidatos concorrentes.

Vê-se obrigado, enfim, a jogar todas as suas fichas em Dilma, porque essa é a única forma de salvar a própria pele. Ele sabe que eventual derrota dela poderá significar o ocaso da carreira política de ambos, bem como o encolhimento do Partido dos Trabalhadores e do sonho de perpetuação no poder, cujo objetivo final sempre pareceu ser fazer do Brasil uma enorme Cuba.

Não há exagero quando se afirma que o propósito dos petistas sempre foi realmente nos impor uma República popular e sindical governada pelo partido. Na visão petista, quem tem de mandar é o partido, e não "a elite branca e reacionária". Como parte principal do programa está a necessidade de disciplinar a imprensa, ou seja, torná-la dócil e obediente como a imprensa cubana.

Em Cuba há mais de 20 jornais de maior importância, porém em nenhum deles se lê notícia alguma sobre descontentamento dos seus habitantes. Tudo naquela ilha está uma maravilha e o que não está bom é culpa dos Estados Unidos. Lá foi totalmente sufocada a "elite branca e reacionária", aquela que no linguajar petista não aceita a participação do povo na missão de governar. Quem manda é o partido - e por isso mesmo a ilha, tão bonita, ficou pobre e sem nenhuma perspectiva de desenvolvimento.

A elite incômoda, segundo os adeptos de Lula, precisará se submeter a necessárias modificações nas leis que regulamentam o exercício das atividades de comunicações no País. Sim, seria necessário fazer que obedeçam ao poder central e passem a divulgar o que interessa ao partido que está no poder, como ocorre em Cuba.

A pressão por tais mudanças transcorria nessa direção - inclusive com o estímulo de exemplos de sufocação de jornais na Venezuela, na Argentina e no Equador - até que a própria imprensa brasileira, a "elite branca e reacionária", passou a denunciar e a ridicularizar o plano.

Num país onde a imprensa é livre as forças totalitárias não conseguirão jamais manter-se no poder. Isso porque as injustiças e os desmandos, quando perpetrados, são denunciados para o grande público, o que provoca revolta e faz ampliar os ressentimentos contra os governantes.

Exemplo claro disso está na circunstância de o Partido dos Trabalhadores haver transformado a Petrobrás, a maior empresa do Brasil e uma das maiores do mundo, num cabidão de empregos e de negócios sujos. Ali, atividades que deveriam ser exercidas unicamente por pessoas comprovadamente habilitadas acabaram delegadas a apaniguados políticos, com voo livre para atos de corrupção e de enriquecimento pessoal.

Isso teve começo quando Lula era presidente da República, mas Dilma Rousseff estava lá e agora procura figurar como inocente ou desinformada, circunstância que faz lembrar o milenar princípio jurídico, insculpido em nosso Código Penal, de que existe crime tanto por ação como por omissão.

Algumas pessoas conseguem escapar da penalidade por omissão, como o próprio Lula no caso do mensalão, em que autorizou pelo consentimento tácito o avanço no dinheiro público para seduzir os congressistas e fazê-los aprovar as leis de interesse do programa político petista de perpetuação no poder.

Dilma também está escapando, mas tão somente quanto ao aspecto penal. Do ponto de vista político e eleitoral tornou-se evidente que os exemplos de corrupção na Petrobrás a atingem em cheio, sobretudo agora, quando é candidata de si mesmo e tem de contar com as próprias pernas. Na eleição anterior Dilma era tão somente a figura feminina de Lula e ganhou a eleição sem fazer nenhum esforço.

No momento presente o quadro é outro e para sair vitoriosa a candidata à reeleição precisa demonstrar melhor preparo do que seus dois principais concorrentes - e isso não está nada fácil, pois o que a atrapalha é o seu próprio despreparo. Não há como esconder que a sua gestão na Presidência da República está afundando o Brasil. Nós hoje somos muito menores e menos importantes do que dez anos atrás.

 
16 de setembro de 2014
Aloisio de Toledo Cesar, O Estado de S.Paulo

É FANTÁSTICO!!! É INACREDITÁVEL!!! MAS É A DURA REALIDADE...

RESUMINDO A CHANTAGEM...



RESUMINDO...Com seis milhões silenciaram o cara que ameaçava Lula, Zé Dirceu e Gilberto Carvalho de envolvimento no assassinato de Celso Daniel.
Mas para pagar o chantagista tomaram grana de Petrobrás. Não. Eles são tão burros quanto parecem. A regra é negar. Como fez Lula com o Mensalão, como faz agora Dilma com Pasadena, Abreu e Lima e seu subordinado e amigo Paulo Roberto Costa.
No poder, desde as primeiras prefeituras à Presidência da República eles assumiram o Estado brasileiro no estilo MST. Invade e devasta. E a Petrobrás sempre foi a fonte maior da cobiça fascio-lulopetista. Quando atacaram os tucanos em duas eleições anteriores de querer privatizar a empresa o faziam com interesse próprio. E chegaram lá.

6 MILHÕES DE DÓLARES..


POIS É.....Alberto Youssef, o doleiro que PT abandonou à própria sorte caído na Operação Lava Jato, e o ex-diretor de Abastecimento e Refino da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, deu o recado na última semana. Como não está preso ao compromisso de uma delação premiada soltou na praça o documento que comprova que o Marcos Valério, aquele do Mensalão, pagou os R$ 6 milhões que exigia o empresário de ônibus e dono do Diário do Grande ABC para não contar sobre o mando da tortura e assassinato do prefeito de Santo André e, na época, coordenador do Programa Econômico do candidato Luiz Inácio da Silva.


.................

PALÁCIO OU CASA GRANDE?!

Não se espantem com a linguagem da Casa Grande de Dilma Rousseff



Não se espantem com a linguagem da Casa Grande de Dilma Roussef. Pelos seus próprio (pré)conceitos ela pertence à elite branca, incluindo sua ascendência eslava, que cruzou com a Crème de la Crème mineira. Daí o Colégio Sion e uma aventura terrorista com rapazes de classe média viciados em adrenalina.
Quando ela diz “eu tenho muitos negros” fala como uma matriarca da Casa Grande avaliando seus negros e o que se pode prometer(em campanha)para melhorar o padrão da senzala.Fala com aquela bondade calhorda e no sentido de posse para enfatizar sua infinita compaixão com as “camadas inferiores da sociedade”.
Deixa claro que não há nesta Terra de Santa Cruz negros capazes de chegar onde ela e Lula chegaram. Nem mesmo perto dela, na sua latifundiária mesa oval para 40 ministros. Orlando Silva, ainda da cota racial lulista, foi logo chutado por ela aproveitando denúncias, provadas mais tarde, de fazer do Ministério do Esporte uma fonte de financiamento público de campanha para seu futurista PCdoB.



DILMA FALA COMO UMA ESCRAVOCRATA CHEIA DE COMPAIXÃO POR SUA SENZALA
 

“Eu tenho muitos negros no segundo escalão. E acho que isso reflete também o fato (sic), por isso é muito importante a lei de cotas nas universidades. Nós temos de formar pessoas negras para ocuparem os postos mais altos desse país. Temos de fazer isso "

OBS- NEGROS PARA O PT SÃO CIDADÃOS DE SEGUNDA CLASSE - NÃO HÁ UM SÓ NEGRO NA DIREÇÃO DO PARTIDO.


...................
 
16 de setembro de 2014
in graça no país das maravilhas

A CÍNICA ARTE PETISTA DE DESTRUIR UM ÍCONE DA ECONOMIA BRASILEIRA

É uma cusparada na cara do Brasil e de sua gente



Não se trata apenas de um flagrante crime eleitoral. É uma cusparada na cara do Brasil e de sua gente. A Petrobrás sempre foi a principal fonte da cobiça do fascio-lulofascismo. E ao chegarem lá em menos de 12 anos destruíram a empresa, que perdeu toda capacidade de investimento e prospecção, a ponto de entregar 60% no primeiro leilão do pré-sal. 

 O aparelhamento da estatal e a cooptação de funcionários, alguns em cargos de direção como Paulo Roberto Costa e Guilherme de Oliveira Estrella, fizeram da Petrobrás o principal caixa para o Mensalão 2.0 para sustentar o projeto de poder. Uma vez, e de forma indisfarçável, também neste braço da Organização Criminosa está Lula, que nunca dividiu o poder, como qualquer chefão do crime organizado.
 
16 de setembro de 2014
in graça no país das maravilhas

ESTRIPANDO AS ESQUERDAS

ESTRIPANDO AS ESQUERDAS- CONCLUSÃO


Dando errado o que tentaram construir – eles dissolvem as responsabilidades, dizem que o erro é dos outros – até eles desaparecerem, sem que o autor jamais possa ser identificado. É mais do que certo afirmar que: o preguiçoso adora ser de esquerda e ficar pendurado no "saco do estado".
 

ESTRIPANDO A ESQUERDA PASSO A PASSO - PARTE 4



No Brasil os de esquerda, apesar de pouco conhecerem o que defendem " se acham moralmente superiores". Até os empresários brasileiros , para seu próprio beneficio – sabem há muito tempo – que é melhor se classificarem como de "centro-esquerda", para mamarem nas tetas do erário, tendo o BNDES como liberador do dinheiro. Um estado paternalista, como esse criado pelo PT e que foi começado por FHC, acaba criando um empresáriado servil e solidário.

 O que se pode constatar que esse estado criado pelo Lulismo é herdeiro é aplica como norma , cada vez mais, o autoritarismo bolchevique. Discordar dessa esquerda brasileira é – para eles – ser burro e malvado!!! O que observamos na história é que: em todos os países que a esquerda chegou o poder o autoritarismo foi o leme e a corrupção prosperou. Vide o caso "mensalão" que –, para eles os de esquerda, – tal corrupção deve ser aceita por ter sido um meio de atingirem um fim, segundo eles bom!!! Os ladrões do mensalão – se intitulam presos políticos – e até a central dos trabalhadores (CUT) faz movimentação para anular a condenação. No final todos nós, da sociedade democrática, – segundo a esquerda brasileira é que – estamos chamando os condenados de criminosos.

Afirmam que nós estamos errados(!) e que a justiça errou em condenar os mensaleiros (!) eles, segundo a esquerda: NÃO COMETERAM CRIME NENHUM !!! Chegamos em um ponto, no Brasil, que os que tem pensamento liberal ou de direita, não tem espaços nem para discutirem suas ideias até dentro das universidades. As universidades estão ocupada por professores e simpatizantes da esquerda MAIS BURRA DO MUNDO.


................. 

ESTRIPANDO A ESQUERDA PASSO A PASSO- PARTE 3


Nas universidades e nos veículos de imprensa, já acreditam que o que essas esquerdas (petistas e seu satélites) do Brasil fazem está correto. A ascensão do PT ao poder equivaleu a uma censura do debate público. Todos nós queremos o bem, esquerda e direita, há um consenso sobre isso. No entanto essa esquerda (PT , Lula , Dilma) organizada "se auto atribuem" e fazem crer que esse consenso é propriedade deles. Essa esquerda fez acreditar que eles são o rumo a ser seguido e a direita é só " imaginaria" e quer derrubar o que é bom.

 Decidiram que só eles sabem fazer o que é bom. Esses tais" progressistas incutem no povo um conceito errado sobre ser conservador. Ser conservador é primeiro de tudo conservar as instituições – que garantem a democracia – para que com essas instituições possam levar ao povo a justiça, segurança, saúde, bem estar, etc... Os de esquerda querem fazer crer que só "estuprando", as instituições se pode fazer o bem para o povo. Um conservador não quer conservar as injustiças sociais e o PT, a esquerda para chegar e se manter no poder, quer fazer que acreditem que ser conservador é conservar injustiças.

O que essa corrente da esquerda não entende é que: justiça social é ter um mercado ativo que produz emprego, não é o estado ficar taxando as empresas, se metendo na economia para dar sextas básicas no nordeste ou no Chui. Os partidos de esquerda no Brasil não servem há ideologia socialista, ELES SE SERVEM DA IDEOLOGIA para se manterem no poder. A doutrina marxista é avessa ao paternalismo, do estado, e o PT faz tudo para manter o estado dando bolsas básicas e muito mais. Eles não entendem nem o que defendem como ideologia.

 

ESTRIPANDO A ESQUERDA PASSO A PASSO- PARTE 2


Os esquerdistas a partir da revolução de 64, conseguiram colar na cabeça das pessoas que ser da direita no Brasil, portanto conservador, é ser a favor da tortura, é gente que mata gente inocente. Conseguiram através de uma operação marqueteira, inclusive com leis para indeniza-los,incutir que aqueles que lutaram em guerrilhas (Lamarca, Dilma , Zé Dirceu etc..) são a favor da liberdade e os únicos que podem libertar o povo. Essa gente nunca lutou pela liberdade, eles lutaram e mataram inocentes apenas para chegar ao poder.

 Eles conseguiram mais, conseguiram enfiar na cabeça dos ignorantes – inclusive as deles – que só os de esquerda tem ideias boas. Para eles a direita só tem ideias ruins, no entanto todos nós sabemos que o pessoal da direita são os empreendedores, que fazem e dão dinâmica para a sociedade de mercado fazendo o conforto chegar em todos os lares. Esse povo da esquerda acabou criando para eles o "monopólio da virtude". O que não dizem e escondem do povo, é que esse "socialismo burro e canalha" acabou, não existe mais, com exceção de Cuba, "Coreia do Norte" e em um outro qualquer pequeno e insignificante país do mundo.

Os de esquerda, hoje sabem que pegar em armas não é mais bonito, passaram a usar alguns temas culturais e abandonaram os trabucos, que usavam para matar, para tomar o poder. Agora eles têm pretensão de criar uma "hegemonia intelectual." No momento, para parecerem bonzinhos, são a favor do aborto, do casamento gay e defender a descriminação das drogas, todas ideias que são boas. Todas ideias, que eles embutiram na cabeça das pessoas que se você não defende é porque é reacionário e só procura fazer o mal.

................

ESTRIPANDO A ESQUERDA PASSO A PASSO- PARTE 1



As pessoas sabem que "pega bem", para a massa de ignorantes inclusive eles, intitular-se "de esquerda", no Brasil. Isso acelerou mais nos últimos 30 anos. Uma grande hipocrisia é o que fazem os da esquerda e continuam fazendo, para dominar os que não tem cultura, nesse país, onde 75 % são analfabetos funcionais.

Usam os argumentos que a esquerda no mundo – sempre usou, – se auto apropriaram de serem os únicos que : podem fazer o bem, acabar com os pobres (entregando a eles – como esmolas – o $UOR dos que produzem), diminuir as desigualdades sociais e criar uma sociedade com menos diferença. Essas são as máximas da hipocrisia politica, da antiga esquerda – falida e derrotada no mundo, – que sempre pretendeu e usa esse caminho se auto rotulando como os únicos benfeitores da humanidade.


............... 
 

A MENTIRA VIROU VERDADE


 Nunca antes se roubou em nome de um projeto político alastrante em todos os escaninhos do Estado Aproxima-se a hora da verdade política do país. Hora da verdade ou hora da mentira? Mentira virou verdade? Nossas “verdades” institucionais foram construídas por 500 anos de mentiras.
Portanto, virou uma razão de Estado para o governo do PT a proteção à mentira brasileira inventada pela secular escrotidão portuguesa.
Se a verdade aparecesse em sua plenitude, nossas instituições cairiam ao chão. Por isso, o Governo acha que é necessário proteger as mentiras para que a falsa “verdade” do país permaneça. E não é só a mentira que indigna.
É a arrogância com que mentem. E a mentira vai se acumulando como estrume durante um ano e acaba convencendo muitos ingênuos de que “sempre foi assim” ou de que “erraram com boa intenção”.
Não só roubaram cerca de R$ 2 bilhões desviados de aparelhos do Estado, de chantagem com empresários, de fundos de pensão, de contratos falsos, mas roubaram também nossos mais generosos sentimentos.
A verdadeira esquerda se modificou, avançou, autocriticou-se enquanto eles não arredaram os pés dos velhos dogmas da era stalinista e renegaram todo trabalho de uma esquerda mais social-democrata, como aliás fazem desde que não votaram nos “tucanos” da época e o Hitler subiu ao poder.
“Nunca antes”, nunca antes um partido tomou o poder no Brasil e montou um esquema secreto de “desapropriação” do Estado, para fundar um “outro Estado”. Nunca antes se roubou em nome de um projeto político alastrante em todos os escaninhos do Estado, aparelhado por mais de 30 mil militantes. O ladrão tradicional sabia-se ladrão.
O ladrão tradicional roubou sempre em causa própria e se escondia pelos cantos para não ser flagrado.
Os ladrões desse governo roubam de testa erguida, como se estivessem fazendo uma “ação revolucionária”, se orgulham de fingir de democratas para apodrecer a democracia por dentro. A verdade está sempre no avesso do que dizem. São hábeis em criar um labirinto de “falsas verdades”, formando uma rede de desmentidos, protelações e enigmas que vão desqualificando as investigações de coisas como a CPI da Petrobras e todos os crimes de seus aliados.
Regozijam-se porque seus eleitores são ignorantes e pobres e não sabem nem o que é “dossiê” — pensam que é um tipo de doce.
A verdade do Brasil é coloquial, feita de pequenos ladrões, sujos arreglos políticos, emperramentos técnicos. Hoje, sabemos que somos parte da estupidez secular do país. Assumir nossa doença talvez seja o início da sabedoria. A verdade é que os petistas nunca acreditaram na “democracia burguesa”; como disse um intelectual emérito da USP — “democracia é papo para enrolar o povo”.
O PT que se agarra ao poder degrada a linguagem. Falam de um lugar que é o auge de um baixo voluntarismo aventureiro, de uma ideia de socialismo decaída em populismo.
A esquerda petista não tem memória. Dá frio na espinha vê-la tender para os mesmos erros de 64 e 68. Na cabeça dessa gente ignorante e dogmática nada é real; só a ideologia existe. Todos os erros eram previsíveis por comentaristas e foram cumpridos à risca pelos governos petistas. Milhares de petistas ocupam o Estado aparelhado e querem que a Dilma ganhe para permanecerem nas “boquinhas”.
As agências reguladoras estão sendo assassinadas. Dilma berra que o Banco Central não tem de ter autonomia.
A era Meirelles-Palocci foi queimada, velho desejo dos camaradas. Qualquer privatização essencial foi esquecida. A reforma da Previdência “não é necessária” — dizem eles — não havendo nenhum “rombo” no orçamento (!).
Os gastos públicos aumentaram pois, como afirmam, “as despesas de custeio não diminuirão para não prejudicar o funcionamento da máquina pública”. Se reeleita, voltará a obsessão do “Controle” sobre a mídia e a cultura. E, como não poderá se reeleger, o bolivarianismo vai florir e o passarinho do Chávez vai cantar em seus ouvidos. Nossa maior doença — o Estado canceroso — foi e será ignorada.
Tudo que construíram, com sua militância, foi um novo “patrimonialismo de Estado”, com a desculpa de que “em vez de burgueses mamando na viúva, nós, do povo, nela mamaremos”. O perigo que corremos é sua reeleição, porque o país de analfabetos é boçal, espera um salvador da pátria.
No fundo, brasileiros preferem uma boa promessa de voluntarismo e populismo, na base do “pau no burro” ou “bota para quebrar”. Estamos prontos para ditadores e demagogos; para administradores e reformadores racionais, não.
Enquanto o óbvio se exibe, a covardia de muitos intelectuais é grande. Há o medo de serem chamados de reacionários ou caretas. Continuam ativos os três tipos exemplares de “radicais”: os radicais de cervejaria, os radicais de enfermaria e os radicais de estrebaria. Os frívolos, os burros e os loucos. Uns bebem e falam em revolução; outros alucinam; e os terceiros zurram. A “presidenta” vive a missão impossível de ser “socialista e dirigir um país... ah... capitalista.
A conclusão é que Dilma perdeu o controle da zona geral que Lula sabia “desorganizar” com esmero e competência. Dilma não é competente nem para desorganizar. Não é apenas o fim de dois maus governos; é o despertar de um caos institucional que será mais grave do que pensávamos. Estamos diante de um momento histórico gravíssimo, com os dois tumores gêmeos de nossa doença: a direita do atraso e a esquerda do atraso. É uma herança que vai amaldiçoar o futuro. Como escreveu Bobbio, se há uma coisa que une esquerda e direita é o ódio à democracia. O Brasil evolui pelo que perde e não pelo que ganha.
 
Sempre houve no país foi uma desmontagem contínua de ilusões históricas. Com a História em marcha a ré, estranhamente, andamos para a frente. Como? O Brasil se descobre por subtração, não por soma. Chegaremos a uma vida social mais civilizada quando as ilusões chegarem ao ponto zero. Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/cultura/a-mentira-virou-verdade-13944296#ixzz3DVlTnmOj © 1996 - 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
 
16 de setembro de 2014
Arnaldo Jabor

CID GOMES MENTIU

A ISTOÉ desta semana, proibida de circular por uma juíza de Fortaleza, informa que Cid Gomes, governador do Ceará, foi citado por Paulo Roberto da Costa, ex-diretor da Petrobras, como um dos políticos envolvidos com corrupção na empresa.

Ouvido pela revista, Cid afirmou que não sabia quem era Paulo Roberto e que nunca estivera com ele.





Pois bem: Cid mentiu. Mentiu descuidadamente. Mentiu descaradamente. Mentiu escandalosamente.

Na foto abaixo, feita em dezembro de 2010, Cid e Paulo Roberto, metidos em macacões da Petrobras, confraternizam durante a cerimônia de lançamento da pedra fundamental da Refinaria Premium II, no Ceará.

A refinaria nunca saiu do papel.


 
16 de setembro de 2014
in Ricardo noblat

 

HAJA ADVOGADOS... (E ADEVOGADOS!)

Brasil tem mais cursos de Direito do que todos os países do mundo junto    

cursos de Direito no Brasil

 
País possui mais de 1.200 faculdades, contra 1.100 do resto do mundo. O número de advogados também é bastante alto, chegando a 800 mil. Segundo a pesquisa, poderiam existir muito mais.
 
O Brasil possui 1.240 cursos superiores de Direito. Com esse número, o país se consagra como a nação com mais cursos de Direito do mundo todo. A soma total de faculdades de direito no mundo chega a 1.100 cursos. As informações foram divulgadas, no blog Leis e Negócios do Portal IG.
 
Conforme afirma a reportagem, se todos os bacharéis em Direito passassem no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – pré-requisito para poder advogar no Brasil -, o país computaria mais de três milhões de advogados.
 
Cursos na mira do MEC
 
Apesar de o Brasil ter um grande número de cursos, alguns não são confiáveis. Muitos deles estão sob supervisão do Ministério da Educação (MEC) desde 2007, por apresentaram notas insatisfatórias no Exame Nacional de Desempenho dos Estudante (Enade) e no Indicador de Diferença de Desempenho Esperado e Observado (IDD), segundo afirma o GUIA DO ESTUDANTE Profissões Vestibular 2011.
 
Quando uma faculdade apresenta notas insatisfatórias, ela recebe a visita de uma comissão de especialistas e firma um acordo para promover as melhorias necessárias para a validação do curso.
Quando as metas são cumpridas, o processo é arquivado. Caso sejam cumpridas parte dessas melhorias, é determinada a redução do número de vagas ofertadas. Nas situações em que as medidas não são exercidas, é instaurado um processo para o encerramento do curso.
 
Até agosto de 2010, segundo apuração do GUIA, a Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas (Suesc) e a Universidade Castelo Branco do Rio de Janeiro (UCB-RJ) tiveram que encerrar os seus cursos. Outras seis instituições de ensino, entre elas a Universidade Nove de Julho (Uninove) e Universidade Paulista (Unip), ambas em São Paulo, tiveram que reduzir a oferta de vagas.
 
Os melhores segundo o GUIA
 
Se por um lado alguns cursos estão fechando as suas portas, por outro alguns vêm se consagrando como os melhores cursos de Direito do Brasil, segundo a avaliação do GUIA DO ESTUDANTE.
O GUIA avaliou sete universidades públicas com cinco entrelas (a melhor avaliação). Entre elas, a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a Universidade de São Paulo (USP).
Entre as melhores particulares, apenas duas conseguiram cinco estrelas, a Pontifícia Universidade do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).
 
Fonte: Guia do Estudante

Leia mais:

- Brasil tem 311 advogados para cada 100 mil habitantes
Brasil tem maior número de advogados no mundo, mas índice de aprovação no exame da ordem é de apenas 15%

16 de setembro de 2014
 in grupo gen

O SOCIALISMO MORENO COM O DINHEIRO DO POVO VENEZUELANO. É DINHEIRO PRA FARRA NUNCA ACABAR...

MADURO E AS FILHAS DO DEFUNTO CAUDILHO HUGO CHÁVEZ GASTAM US$ 3,5 MILHÕES DE DÓLARES POR DIA E SUPERAM GASTOS DA FAMÍLIA REAL INGLESA

Castigada por uma crise social econômica em razão da loucura da ditadura bolivariana, a Venezuela mantém duas famílias, a do tiranete Nicolás Maduro e das filhas do defunto caudilho Hugo Chávez, gastando por dia US$ 3,53 milhões de dólares.

Em uma entrevista recente publicada pelo jornal espanhol ABC, o deputado oposicionista Carlos Berrisbeitía revelou os gastos gerados por ambas as família e descreveu a cifra de “imoral e obscena”, chegando a superar os gastos da Rainha Elizabeth da Inglaterra. Todo esse montante é bancado com recursos públicos. O vídeo acima é de uma reportagem da Voz da América, bem como o texto que segue na íntegra em espanhol.
Leiam: 
Filhas de Chávez e seus amigos prontos para embarcar em um jatinho em mais uma viagem de prazeres. Notem a camiseta com a imagem de Che Guevara. Trata-se, como se pode ver, de um bando de psicopatas em ação.
EN ESPAÑOL - Venezuela arrastrada por una crisis social y económica mantiene a dos familias, la del presidente Nicolás Maduro y la de las hijas de Hugo Chávez, gastando $3,53 millones de dólares diarios.

En una entrevista publicada por el periódico español ABC, el diputado opositor Carlos Berrisbeitía reveló al detalle los gastos generados por ambas familias y describió la cifra de “inmoral y obscena”, que incluso llega a superar a los gastos de la reina de Inglaterra, Isabel II, y de los presidentes latinoamericanos.

Según el diputado Berrisbeitía, quien lleva la cuenta de los gastos presidenciales en Venezuela desde hace 15 años, los gastos de Maduro han excedido en 40% a lo que gastaba Hugo Chávez. Además, señaló que el gobierno venezolano tiene doble gasto porque no solo debe mantener a Maduro, quien vive en el Fuerte Tiuna, sino también a las hijas de Chávez, quienes permanecen en la residencia presidencial, a pesar que su padre falleció hace año y medio.

La cifra que asigna Berrisbeitía es de $5.892 millones de bolívares, lo que equivale a $948,58 millones de dólares para el despacho presidencial y el de residencia presidencial es de $2.258 millones de bolívares ($362,45 millones de dólares).

En estos presupuestos están incluidos los pagos a empleados de servicio, seguridad personal, vehículos utilizados, facturas de electricidad, teléfono hasta la utilización del avión presidencial y el mantenimiento de piscina, salas de bolos de la mansión donde viven las hijas de Chávez.

También suman una partida millonaria destinada a Maduro para que pueda solventar gastos personales, invitaciones y hacer regalos por un valor de $12,4 millones de bolívares. 

“Maduro es el único venezolano que no tiene problemas con la inflación porque pide al parlamento créditos para que le ajusten su presupuesto a la tasa de inflación”, declaró Berrisbeitía. Hasta el momento no ha habido una reacción oficial sobre las acusaciones.
 
Do site da Voz da América

MAIS UM MELIANTE ATRÁS DAS GRADES

EX-ASSESSOR DO GOVERNO DILMA QUE TRABALHAVA COM GLEISI HOFFMANN É CONDENADO POR ESTUPRO DE MENOR DE IDADE

O petista Eduardo Gaievski: condenado a 18 anos de prisão
O ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República Eduardo Gaievski foi condenado a 18 anos e um mês de prisão pelos crimes de estupro de vulnerável, estupro presumido e estupro qualificado. 
A sentença foi dada no Fórum de Realeza, no Paraná. Gaievski trabalhava diretamente com a então ministra Gleisi Hoffmann, que deixou o posto para disputar o governo do Paraná. Ele foi demitido em agosto do ano passado, quando VEJA revelou as acusações de abuso sexual de menores.
 
Esta foi a primeira sentença dos 17 processos contra Gaievski por crimes sexuais contra menores de idade. Os outros 16 processos também estão na fase final. Gaievski foi levado para a Casa Civil pela própria Gleisi, que diz nunca ter sido informada sobre os crimes do petista. Natalício Farias, advogado de algumas vítimas, espera uma pena total bem maior. “Fizemos as contas e a pena dele poderá chegar a 356 anos de prisão”, diz.
 
A sentença que condenou Gaievski foi proferida pela juíza Janaína Monique Zellato Albino, do Fórum de Realeza. Com a condenação, o petista deixa o regime de detenção provisória e vai cumprir pena em presídio, em regime fechado.

Gaievski foi prefeito de Realeza pelo PT e, no Palácio do Planalto, cuidava das políticas para saúde e para crianças e adolescentes, como a prevenção do crack. Gaievski também ajudou a criar o programa Mais Médicos, que trouxe médicos de Cuba para trabalhar no Brasil. Sua prisão pode representar mais um baque na candidatura de Gleisi Hoffmann no Paraná, que amarga um terceiro lugar nas pesquisas. Do site da revista Veja
 

A CARA DO SOCIALISMO MORENO-LATINO

MAIS UM ESCÂNDALO BOLIVARIANO: FILHA DO DEFUNTO CAUDILHO HUGO CHÁVEZ POSSUI CONTA BANCÁRIA NOS ESTADOS UNIDOS COM MAIS DE US$ 700 MILHÕES DE DÓLARES.

https://www.youtube.com/watch?v=XQc2l72za8U&feature=player_embedded

Neste vídeo a jornalista Maria Elvira Salazar revela em seu programa da emissora Mira TV, de Miami, que transmite em espanhol, mais um escândalo produzido pela ditadura bolivariana (leia-se comunista) da Venezuela, indicando que lá, como ocorre também no Brasil sob o governo de Lula, Dilma e seus sequazes, há uma roubalheira voraz e contínua. Deve-se salientar que Lula, Dilma e o sucessor de Chávez, o tiranete Nicolás Maduro, são unha e carne.
 
Afinal, todos eles fazem parte do Foro de São Paulo, a organização comunista fundada por Lula e Fidel Castro, que opera em todo o continente latino-americano e que dá as diretrizes políticas com o objetivo de transformar o continente num apêndice de Cuba. 
 
Desta feita, conforme a reportagem da jornalista Maria Elvira Salazar, acaba de ser descoberta nos Estados Unidos, que Maria Gabriela Chávez, a filha preferida do defunto caudilho Hugo Chávez, possui uma conta bancária fabulosa em banco norte-americano, conforme documento mostrado no vídeo: US$ 736.992.001 milhões de dólares. 
 
Entretanto, para se ter idéia da fabulosa pilhagem dos cofres estatais venezuelanos, a herança deixada pelo caudilho Hugo Chávez, é
 
Ao mesmo tempo, há outras informações ventiladas neste vídeo sobre as relações da ditadura venezuelana com o terror islâmico. Segundo consta, o apoio do tiranete Nicolás Maduro e seus asseclas à invasão do terror islâmico no Ocidente tem facilitado aos terroristas a obtenção de passaporte venezuelano, o que lhes dá condições de entrar nos Estados Unidos.
 
A vida nababesca da família do finado caudilho Hugo Chávez, já revelei aqui no blog. Todavia o site que vazou centenas de fotos flagrando as filhas de chávez e seus namorados em viagens internacionais, curtindo as delícias do capitalismo, parece que foi hackeado pelos comunistas bolivarianos e retirado do ar.
 
Lula, Dilma e Nicolás Maduro quando firmaram o pacto diabólico ante o olhar de seus asseclas.
Enquanto as filhas de Chávez vivem uma vida nababesca os venezuelanos continuam enfrentando violenta repressão e têm de se submeter à escassez de alimentos. As compras de quaisquer produtos, incluindo até medicamentos, são totalmente controladas pelo governo de Maduro.
 
Por isso mesmo, os protestos nesse país continuam sem parar e o principal líder oposicionista, o economista Leopoldo Lopez, continua preso num calabouço da polícia política pelo simples fato de fazer oposição.
 
Finalmente, conforme se pode notar na foto acima, em recente reunião na Venezuela, Lula e Dilma firmaram um pacto com Nicolás Maduro que implica o apoio recíproco e total entre os governo brasileiros e venezuelano.
Esse pacto diabólico foi firmando bem antes da campanha eleitoral presidencial no Brasil.
 
É que para o Foro de São Paulo, os cofres públicos dos dois países têm de se manter nas mãos desse projeto comunista.
O aparecimento de Marina Silva na corrida eleitoral no Brasil representa uma alternativa, caso Dilma não consiga se reeleger. Estes fatos, por si só, mostram que o único candidato realmente de oposição ao PT é Aécio Neves e os sucessivos fatos e escândalos só confirmam isso.