"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

sábado, 4 de junho de 2016

IMPEACHMENT - GOLPE DO STF - "ATIVISMO JUDICIAL"

A LUTA ANTI-COMUNISTA NA AMÉRICA LATINA

USO DE BANHEIRO PÚBLICO SEGUNDO A ORIENTAÇÃO DE GÊNERO PASSA A VALER NOS EUA


Visual Hunt - Medida faz parte de debate por mais direitos a LGBTs

O Estado da Carolina do Norte, conhecido por medidas conservadoras como a proibição do casamento gay há alguns anos, terá uma cidade um pouco mais liberal: uma lei que permite transgêneros usarem banheiros públicos de acordo com a identidade de gênero – e não mais do sexo identificado no nascimento – começa a valer em abril em Charlotte, o maior município do Estado.

A decisão pretende ampliar a proteção de direitos com base na orientação sexual e identidade de gênero, derrubando a fronteira no debate nacional sobre como gays, lésbicas e transgêneros são tratados nas empresas. 
“Estou satisfeita que Charlotte mostrou sinal que trataremos pessoas com dignidade e respeito”, disse a prefeita de Charlotte, Jennifer Roberts.

A questão faz parte do debate nacional contra a discriminação, iniciado no fim do último ano em Houston e advogados da causa LGBT. 
Parte da população, porém, ainda mantém opinião conservadora sobre a decisão e a reunião para votação foi marcada por protestos de moradores carregando cartazes com dizeres como: “sem homens no banheiro feminino” e “proteção às crianças”.

Entre os manifestantes, Chris Williams, pai de três filhos, afirmou ao Washington Post que é contra a determinação. “Não quero que meus filhos se perguntem: ‘o que essa pessoa está fazendo nesse banheiro’. 
As crianças não deveriam ter que enfrentar isso”, protestou.

04 de junho de 2016
Thais Sabino, Virgula

CAIA NA REAL: E AGORA, BRASIL?

04 de junho de 2016
postado por m.americo

A CORRUPÇÃO NO BRASIL: NATURALIZADA E, FINALMENTE, AGORA DESMASCARADA

Charge do Duke (dukechargista.com.br)


É estarrecedora a corrupção que se constatou no Brasil nos últimos tempos, especialmente aquela do petrolão. Os números são sempre pelos milhões de dólares – escandalizam e vão além de qualquer bom senso. Os organismos norte-americanos de vigilância que espionaram a presidente Dilma Rousseff o fizeram também com a Petrobras, devido ao fato de deter uma das maiores jazidas de gás e petróleo do mundo, o pré-sal.

Encontraram uma teia imensa de corruptores e corruptos que envolvia grandes empreiteiras, altos funcionários da Petrobras, gente do próprio governo, doleiros e não ausentes setores do Judiciário. Beneficiados foram, especialmente, políticos de quase todos os partidos, que financiavam suas custosas campanhas eleitorais com esse dinheiro da corrupção, sob a forma de propinas milionárias.

INVESTIGAÇÕES VICIADAS

Desde o início, as investigações que envolveram os principais órgãos da Justiça e da polícia foram viciadas por um componente político. Os vazamentos, problemáticos em termos legais, praticamente se concentraram no PT, relevando e até ocultando o envolvimento de outros partidos, máxime da oposição.

A partir daí se criou praticamente uma generalização de que corrupção era coisa do PT. Importa reconhecer que o partido se beneficiou dos esquemas de corrupção e até foi um dos principais articuladores, mas seria injusto considerar que detinha o monopólio da corrupção. Essa é endêmica na vida política e social do país, perpassa partidos e empresas e inclui muitíssimos cidadãos ricos.

EMPREITEIROS PRESOS

Raramente, em nossa história recente, temos assistido a grandes empresários sendo presos, interrogados, condenados e encarcerados. A corrupção, que se havia naturalizado nos mais altos estratos dos negócios e na política, começou a ser desmascarada e posta sob os rigores da lei. Tal fato constitui um dado de altíssima relevância e um avanço no sentido da moralidade pública.

Não se pode ocultar o fato de que o sistema do capital, com sua cultura, é, em sua lógica, também corrupto, embora aceito socialmente. Ele simplesmente impõe a dominação do capital sobre o trabalho, gerando riqueza sob a forma de exploração do trabalhador e devastação dos escassos bens e serviços da natureza. Produz uma dupla injustiça, social e ecológica.

RAÍZES HISTÓRICAS

Nossas formas de corrupção têm raízes históricas no colonialismo e no escravagismo. Há também uma base política no arraigado patrimonialismo, que não distingue o público do privado e leva as elites a tratar a coisa pública como se fosse sua e a montar um tipo de Estado que lhes garante privilégios. Tudo isso gerou uma cultura da corrupção, como algo natural e intrínseco à vida social e política. Os corruptos são vistos como espertos, e não como criminosos, o que de fato são.

Filosoficamente pensando, qual é a raiz última da corrupção? Talvez o católico Lord Acton (1843-1902), que era historiador e pensador, nos ajude. Diz ele:

“A corrupção reside fundamentalmente no poder. A tradição filosófica e psicanalítica nos tem persuadido de que, em todos os seres humanos, há sede de poder e que o poder não se garante senão buscando ainda mais poder. E o poder se materializa no dinheiro. Para consegui-lo, não vale só o trabalho honesto, mas perversamente todas as formas que permitem multiplicar o dinheiro”.

PRETENSÃO ILUSÓRIA

A história mostra a ilusão dessa pretensão. De repente, pode-se perder tudo e ficar na miséria. Se não tivermos controlado nossa sede de poder e de acumulação, nos sentiremos perdidos. O antídoto a essa sede de poder e de dinheiro é a honestidade, a transparência e a salvaguarda do valor sagrado da autodignidade.

Será que saberemos tirar essas lições da corrupção naturalizada no Brasil, que, finalmente, foi desmascarada?


04 de junho de 2016
Leonardo Boff
O Tempo

OLAVO DE CARVALHO - O QUE ACONTECERÁ COM O BRASIL? 2016

GÊNERO NEUTRO?

DIÁRIO OFICIAL GARANTE QUE ALUNOS PODEM USAR BANHEIRO DA ESCOLA

Diário Oficial garante que alunos podem usar banheiro da escola ...

zh.clicrbs.com.br/.../diario-oficial-garante-que-alunos-podem-usar-banheiro-da-escola...
12 de mar de 2015 - Na verdade, eles podem usar segundo sua identidade de gênero. ... a inclusão dos itens "orientação sexual", "identidade de gênero" e "nome ...

04 de junho de 2016
postado por m.americo

A DESCONTRUÇÃO DA MULHER NO SÉCULO XXI

ELAS - O USO DO BANHEIRO SEGUNDO A ORIENTAÇÃO DE GÊNERO

ELAS - O uso do banheiro segundo a orientação de gênero. - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=K_oP9SiCqi4
8 de dez de 2015 - Vídeo enviado por Terça Livre
ELAS - O uso do banheiro segundo a orientação de gênero. ...... Portanto, a orientação segundo o gênero .

04 de junho de 2016
postado por m.americo

FRACASSA A INTRIGA PALACIANA PARA DERRUBAR O MINISTRO MEDINA OSÓRIO, DA AGU

Osório, da AGU, virou alvo porque apoia a Lava Jato


Já faz tempo que não se vê uma intriga palaciana como a que foi montada para derrubar o novo advogado-geral da União, Fábio Medina Osório, que começou o dia de sábado demitido e no meio da tarde já estava reintegrado pelo presidente Michel Temer. A demissão foi “plantada” através do colunista Jorge Bastos Moreno, de O Globo, que tem preciosos informantes dentro do Planalto.

A nota atribuía a demissão a uma suposta “carteirada” para usar jatinho da FAB e à ausência do AGU em Brasília, quando Dias Toffoli aceitou liminar contra a demissão do presidente da EBC nomeado por Dilma no apagar das luzes de seu governo.

Em cima da nota de Moreno, ao meio-dia a redação do Globo reescreveu o texto para confirmar demissão, acrescentando alguns detalhes. E a notícia seguiu em frente.

ESTADÃO TAMBÉM “DEMITE”

A intriga tomou vulto com uma reportagem de Tânia Monteiro, no Estadão, também baseada na nota de Moreno e complementada com diversas declarações de “assessores palacianos”, com informações sobre pretensos e graves problemas causados a Temer pelo atual advogado-geral da União.

Eis que entra em cena o blog “O Antagonista”, que desmente tudo e revela que o próprio presidente Temer ligou para Medina Osório e desmentiu a demissão.

Logo em seguida, o advogado-geral da União divulgava uma nota oficial esclarecendo que tem status de ministro e direito a transporte, não ocorreu “carteirada” no aeroporto,o jatinho fora solicitado com um dia de antecedência, não houve reclamação da FAB, e ele estava acompanhado no voo por um procurador da União e dois assessores, que testemunharam tudo.

APOIO À LAVA JATO


Interessante notar que a suposta demissão foi “vazada” justamente quando Medina Osório fez palestra em defesa da operação Lava Jato, durante evento da Associação dos Juízes Federais do Brasil, em Curitiba, quando foi elogiado pelo juiz Sérgio Moro, que destacou sua qualificação e seu empenho no combate à corrupção sistêmica.

Realmente, o ministro da AGU é considerado o maior especialista do país em leis sobre corrupção e improbidade administrativa, com vários livros publicados, e atualmente preside o Instituto Internacional de Estudos de Direito do Estado (IIEDE).

Detalhe curioso: quando Osório fez palestra na Comissão do Impeachment, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse aos colegas de partido, que usavam os computadores em busca de informações para atacá-lo: “Não adianta, não há nada contra ele na internet. É uma celebridade, vamos ouvir o que ele vai falar”.

INFORMAÇÃO “PLANTADA”

O jornalista Jorge Bastos Moreno é um jornalista muito sério e respeitado. Foi vítima de um informante qualificado, com trânsito total no governo Temer, que lhe passou uma notícia absolutamente inverídica. Moreno não revela a fonte, é claro, mas tem relações diretas com Temer vai tomar providências.

Mas já se sabe que, por incrível que pareça, essa notícia para desestabilizar Medina Osório partiu do próprio Palácio do Planalto.

Sabe-se também que o advogado-geral da União se tornou alvo dessas manobras por conta das iniciativas anticorrupção que vem adotando. Em especial, por sua proximidade com a força-tarefa da Lava Jato e seu excelente convívio com o juiz Sergio Moro. Como dizia Ibrahim Sued, em sociedade tudo se sabe.



04 de junho de 2016
Carlos Newton

VOCÊ TEM QUE LER - ASSASSINATO DE REPUTAÇÕES 2

O QUE OUÇO QUANDO DIGO QUE SOU BRASILEIRA

COISAS BIZARRAS QUE OUÇO QUANDO DIGO QUE SOU BRASILEIRA

JEANÚS UIUILES E ZÉ DE ABREU - AS NOVAS LHAMAS DO PAÍS