"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

COMO FUNCIONA O PLANO DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA PARA TE FAZER DOENTE

 

 
Entre os 28 a 30 anos você de repente sente uma melancolia agonizante, uma depressãozinha, uma tristeza meio persistente que não vai embora. Você, então, depois de fazer vários exames clínicos onde nada de conclusivo foi visto ou encontrado, e a “zorra” da sua melancolia continua, encontra um médico “genial” que “entende” o que você tem e te prescreve fluoxetina – o Prozac da vida.

A fluoxetina, ou o antidepressivo similar receitado tem um efeito adverso clássico – dificulta de cara o seu sono. Então, na revisão com o médico ele prescreve clonazepam, o Rivotril da vida. Deixa você meio bobo ao acordar e reduz sua memória, uma sensação de “maconhado”.
Ok, você liga para a secretária do médico e volta ao doutor. Ele nota de cara que você aumentou de peso. Aí, prescreve sibutramina, que faz você perder uns quilinhos, mas lhe dá uma taquicardia incômoda. Novo retorno ao doutor. Além da “batedeira” no coração o médico afere que você também está com a pressão alta. Então, prescreve-lhe losatarna e propanolol, este último para reduzir sua taquicardia.
Você já está com uns 35 anos e toma: fluoxetina, clonazepam, sibutramina, losartana e propranolol. E, também, junto com tudo isto, um “polivitamínicos” é prescrito. Como o doutor não entende nada de vitaminas e minerais específicos, ele manda que você compre um “Polivitamínico de A a Z” da vida, que pra muito pouca coisa serve, digamos a verdade verdadeira. Mas, na mídia, o Luciano Huck disse que tem um que é ótimo. Você acreditou, e comprou.
Lamentemos. Já se vão aí uns R$ 350,00 por mês. Pode pesar no orçamento. O dinheiro a ser gasto em investimentos e lazer, escorre para o ralo da indústria farmacêutica. Você começa a ficar nervoso, preocupado e ansioso (apesar da fluoxetina e do rivotril), pois as contas não batem no fim do mês – seu lazer está comprometido, seus planos não estão batendo com as metas traçadas. Você começa a sentir dor de estômago, refluxo e azia. Seu intestino fica “preso” – você fica enfezado (fezes retidas). Vai a outro doutor agora. Prescrição simples: omeprazol + motilium + laxante natural.
OUTRAS QUEIXAS
Os sintomas somem, mas só os sintomas, apesar da “escangalhação” que virou a sua flora intestinal. Outras queixas aparecem. Dentre elas, uma é particularmente perturbadora: aos 37 anos, apenas, você não tem mais potência sexual. Além de estar “brochando” com frequência, tem pouquíssimo esperma e a libido está embaixo dos pés. As mulheres que já têm a sua dificuldade com o orgasmo, esqueceram de vez onde ele fica, e a lubrificação vaginal vira o KY GEL.
Para o doutor da medicina da doença, isso não é problema. Até manda você escolher o remédio: viagra ou cialis? Escolha aí – um dura umas 2 horas, e outro pasmem 36 horas de possível “pinto duro”. Sua potência melhora, mas, como consequência, esses remédios dão uma tremenda dor de cabeça, palpitação, vermelhidão e coriza. Não há problema, o doutor aumenta a dose do propanolol e passa uma neolsandina para você tomar antes do sexo. Se precisar, instala um “remedinho” para seu corrimento nasal, um neosoro que sobrecarrega seu coração e piora a coisa toda.
Quando tudo parecia solucionado, aos 40 anos, você percebe que seus dentes estão apodrecendo e caindo (aqui entre nós, é efeito simples do antidepressivo, mas não te disseram isso). Tome grana pra gastar com o dentista. Nessa mesma época, outra constatação: sua memória está falhando bem mais que o habitual. Mais uma vez, para seu doutor, isso não é problema: ginkgo biloca é prescrito. Nos exames de rotina, sua glicose está em 110 e seu colesterol em 220. Nas costas da folha da receita, pois já nem cabe mais nada alí, o doutor prescreve glifage + sinvastanina. “É para evitar Diabetes e Infarto”, diz o cuidador de sua saúde (?!). Mas se você for mulher e tiver ovários policísticos já toma este glifage faz tempo.
Aos 40 e poucos anos, você já toma: FLUOXETINA, RIVOTRIL, LOSARTANA, PROPRANOLOL, POLIVITAMÍNICO de A a Z, OMEPRAZOL, MOTILIUM, LAXANTE “NATURAL”, VIAGRA, CIALIS, NEOSALDINA (ou “Neusa”, como chamam), GINKGO BILOBA, GLIFAGE e SINVASTATINA (e nos fazem querer engolir que isso é para o nosso bem). Mil reais por mês! E sem saúde!!!
BOA NOTÍCIA
Entretanto (vamos aqui dar uma risada para não chorar) – você ainda continua deprimido, cansado e engordando. Mas neste momento agora o doutor tem uma boa notícia, vai tirar a sua FLUOXETINA e trocar por DULOXETINA, um antidepressivo “mais moderno” diz ele. Após dois meses você se sente melhor (na verdade, “menos ruim”). Porém, outro contratempo surge: o novo antidepressivo o faz urinar demoradamente e com jato fraco. Passa a ser necessário levantar duas vezes à noite para mijar. Lá se foi seu sono, seu descanso extremamente necessário para sua saúde – o grande reparador de tudo.
Mas isso é fácil para seu doutor: ele prescreve TANSULOSINA, para ajudar na micção, o ato de urinar. Você melhora, realmente, contudo… não ejacula mais. Não sai nada! E as mulheres, esqueçam a palavra orgasmo. Vou parar por aqui. É deprimente. Isso não é medicina. Isso não é saúde. Mas é nisso que se investe, e aquele sujeito de mala preta que entra na sua frente na sala do médico é o representante disso tudo.
Ele tem uma cota mensal para oferecer-comprar o médico. Paga as viagens do médico, coloca uma TV Full HD na sala de espera e até paga parte da formatura da filha do doutor que também vai virar médica, e deixa, claro, aquelas caixinhas de “amostra grátis”, que depois vão lhe custar os olhos da cara deprimida que vai ter.
Essa história termina com uma situação cada vez mais comum: a DESTRUIÇÃO PROGRAMADA E ESTRATÉGICA DE SUA SAÚDE. Você está obeso, sem disposição, com sofrível ereção ou libido – memória e concentração deficientes. Diabético, hipertenso e agora com suspeita de câncer. Dentes: nem vou falar. O peso elevado arrebentou seu joelho (um doutor cogitou até colocar uma prótese). Surge na sua cabeça a ideia maluca de procurar um CIRURGIÃO BARIÁTRICO, para “reduzir seu estômago” e um PSICOTERAPEUTA para cuidar de seu juízo destrambelhado é aconselhado. A terapia só entra agora quando a coisa tá toda quebrada. Mas muitos médicos vão te desencorajar e dizer que terapia não vai resolver, que você se discipline mesmo nas receitas médicas e em ligar para o novo 0800 para ter desconto na medicação.
MUITO DOENTE
Sem a grana sonhada, triste, ansioso, deprimido, pensando em dar fim à sua minguada vida e… DOENTE, muito doente! Apesar dos “remédios” (ou seria por causa deles ???).
A indústria farmacêutica? “Vai bem, obrigado!”, e mais ainda com sua valiosa contribuição por anos ou décadas. E o seu doutor? “Bem, obrigado!”, cada vez mais especializado em partes que nunca compreenderão seu todo e, graças à sua doença, (ou à doença plantada passo-a-passo em sua vida). A base deste texto que foi desenvolvido por mim, pasmem – é de um médico, Dr. Carlos Bayma (medico) e eu claro inseri, aumentei, acrescentei e formatei o texto original ao meu jeito de falar e de ver o Ser, como terapeuta que sou.
Nota que existem médicos maravilhosos e empenhados sim em ser uma ferramenta na cura do todo. Este texto e esta realidade expressas nele existem e VOCÊ SABE DISSO – não preciso provar nada – o texto é claro e visível na sua rotina ou de sua família, e atinge uma grande maioria. Que tenhamos sorte e lucidez para ter bons médicos, bons terapeutas e principalmente – inteligência e luz para entender que estamos sendo conduzidos às trevas, pela indústria da dor e controle, farmacêutica.
 
24 de fevereiro de 2014
Jordan Campos

FINALMENTE JEFFERSON VAI PRA CADEIA


Meus caros TRÊS leitores, após umas forçadas férias estamos de volta à labuta...
Até quando não sei, mas...Vamo que vamo!!!

Hoje, após 100 dias que bateram com as fétidas e inúteis carcaças na cana dura. Cana dura? Nem tanto...

Bem, após pouco mais de três meses que as Ratazanas do PT, e mais uma curriola de bandoleiros cairam em cana pelos crimes do mensalão, finalmente o último quadrilheiro vai bater com o costado no xadrez.

Bob Jeff, o "delator" do mensalão foi preso em sua casa hoje.

Dos mensaleiros condenados, todos, de alguma maneira, estão cumprindo suas penas, só o cagão do Genoíno que fica dando xiliques atrás de xiliques alegando que está com as patas na cova e que não pode ficar na gaiola e vai levando a condenação na maior molezinha. 

E o Pizzolato que deu sebo nas canelas, se mandou para a Zoropa com a mala cheia de verdinhas e estava vivendo feito rei com a grana do otáriado Brasuca que ele enfiou a mão.
 
Só que a casa caiu e Pizzolato tá em cana por crime de falsidade ideológica cometido na Itália e no Brasil também, e o STF parece que vai pedir a extradição do Pizzolato. Eu deixaria ele cumprir a pena dele na Itália para depois pedir a extradição e faze-lo ficar mais alguns anos na cana dura aqui na Pocilga. But...

Voltando a Bob Jeff, tenho que admitir que o malandrão tem bom gosto quando se trata de motocicletas, dono e admirador das celebres Harleys, coisa para poucos apaixonados pelo estilo de vida do "vento na cara".

Tenho lido nas redes sociais uma parcela do povo quase que pedindo clemência a Bob Jeff pelo fato que ele dedurou a PTralhada e que tudo culminou com algumas prisões de eminentes vagabundos no ninho dos ratos vermelhos.

Bob Jeff SÓ dedurou as ratazanas do PT por conta de uma presepada nos correios onde um apadrinhado dele foi pego com a bocarra na botija embolsando em rede nacional de TV tresmilreaus, a coisa deu uma desandada para o lado de Jeff e a PTralhada aproveitando a queda do cacique falastrão do PTB, tentou puxar alguns tapetes, só não contavam com a coragem da velha raposa em denunciar a maracutaia PTista em forma de retaliação.

Acredito que Jeff tem algum tipo de pendenga de bastidores com ZéDirceu, e resolveu jogar merda no ventilador para derrubar o traste vermelho que seria pela lógica PTralha, o novo presidente do Brasil em lugar do Poste Dentuço.

O Brasil deve agradecer a Bob Jeff por ter entregue a curriola e com isso tirar do poder o câncer maior do PT, ZéDirceu, esse é o verdadeiro bandido, o manipulador, o dono de Lulla.
O EX presidente Sebento não seria nada além de um boçal sem Dirceu, hoje ele continua um Boçal, só que agora manipula a Dentuça.
E O Brasil andando para trás.... E já vão ai 100 dias de cadeia para o vagabundo vermelho, confesso que não acreditava nem em dois dias de cadeia para essa corja, 100 dias então...Jamé!!

Jeff não é bem o herói que muitos acreditam, raposa velha da política tem seus esqueletos no armário, puta velha e como em política não existem putas virgens... Jefferson meteu no bolso quatro milhões do mensalão e estava bem quietinho até explodir o escândalo dos correios...OU...alguma desavença com Dirceu.

Veio à público cometeu o suicídio político e levou com ele parte da cúpula do PT.  Bob Jeff só não é um herói nacional porque não devolveu os quatro milhões e nem disse onde foram parar, e acima de tudo, poupou o quanto pode o EX presidente Defuntus Preseperus.

Se hoje o Sebento não está na cana dura, parcela disso devemos a Jefferson que segurou a onda do Barba e bateu pra cacete no segundo escalão da quadrilha vermelha.

O mundo esperava uma metralhadora giratória cuspindo fogo pra cima das ratazanas vermelhas no dia em que foi ouvido no congresso onde sairia sua cassação, e o que vimos foi um político bocudo, falastrão e pomposo com um olho roxo e o rabo entre as pernas. 
Talvez o socão que levou nas fuças tenha feito a velha raposa repensar a estratégia e a merda que já estava espalhada já tinha feito um belo estrago no PT e resolveu deixar de lado suas acusações e com isso livrar a cara do chefe da quadrilha...
 
O EX presidente Sebento. E o desdobramento dessa covardia seletiva deu no que está dando, o país infestado de bandidos em todos os escalões da administração pública, o roubo ao estado a céu aberto, a bandalheira e corrupção correndo soltas e o povo à espera da Copa do Mundo.

O ex Presidente Sebento de volta à mitomania vomitando insanidades sempre que encontra uma platéia amigável, os índices de inflação e popularidade manipulados e nas próximas eleições, salvo um milagre, mais quatro anos de Dilmarionett nas fuças do povo leviano e tolo.

Espero que Jeff, assim como todos os mensaleiros, PTralhas e esquerdiotas em geral apodreçam na cadeia. Se o Lewandowiski deixar, é claro.

 E vamos esperar quanto tempo que a Receita Federal vai levar para se manifestar no caso das doações para o pagamento das multas que os PTralhas receberam dos idiotas e sem noção de sempre.

Os caras enfiaram, a mão numa puta baba em grana pública, e na hora de pagar as multas dos crimes que cometeram pedem grana para militonto burro.
Ou estão lavando a grana do mensalão, ou tem mais otário por M² neste país do que poderíamos imaginar.
Com a palavra, o leão.
 
24 de fevereiro de 2014
omascate

A VOZ E A AÇÃO DO POVO BRASILEIRO

O Senador da República do Brasil, representa a VOZ e AÇÃO do POVO brasileiro: Álvaro Dias protocola mandado de segurança contra empréstimos secretos do BNDES


O BRASIL DECENTE AGRADECE AS INICIATIVAS DO SENADOR ALVARO DIAS

O senador Alvaro Dias (PSDB/PR) entregou, nesta segunda-feira (24/02), ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, um mandado de segurança contra a presidente da República, Dilma Roussef; o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges Lemos; e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, por “ato atentatório à moralidade e transparência pública” em relação a não divulgação dos empréstimos secretos do BNDES a países como Cuba e Angola.
O mandado, que pede a intimação da União e a notificação das autoridades, tem o propósito de resguardar o direito do senador – assim como o de qualquer cidadão - de ter acesso aos empréstimos feitos com recursos públicos.
Um direito que foi negado a Alvaro Dias com base na Lei de Acesso à Informação.
 
“É uma afronta à Constituição, que exige transparências nos atos públicos. O governo brasileiro está escondendo da nação essas informações. Isso compromete, inclusive, o meu papel de senador da oposição, a quem cumpre fiscalizar o poder público”, disse Alvaro Dias, logo após a audiência com Joaquim Barbosa.
Segundo o senador, o presidente do STF se comprometeu a distribuiu o mandado ao relator até amanhã (25).
 
(Cristiane - Assessoria/ Foto: Luiz Wolff)
24 de fevereiro de 2014

O ESCÁRNIO DA QUADRILHA



(Video) Escándalo mundial: Conozca la vida “socialista” de los chavistas en el Imperio mismo

Destacamos entre centenas de mensagens enviadas ao Senador Alvaro Dias, uma delas que representa o escárnio da QUADRILHA EMPOSSADA NA AL. Nunca foi novidade para todos nós do Brasil decente que, o COMUNISMO É A TREVA que se instala entre os humanos, transforma países em favela do mundo, e a CANALHA que desgoverna aproveita de toda a riqueza ROUBADA para garantir a prosperidade FURTADA DO POVO, e se deliciar em países de primeiro mundo, onde o SOL e a LIBERDADE  caminham juntos com a PROSPERIDADE do povo.
 
Vejam no DIÁRIO EL AMANECER (vídeo)  e comprovem.

 
Rosabel Torrellas Hidalgo
Apreciado Sr Días
 
Como venezolana mucho le agradezco sus valientes publicaciones en Facebook relacionadas con la tragedia que ocurre en mi país.

Me atrevo, con todo respeto, a enviarle un enlace de una noticia, conocida hace un tiempo atrás, que muestra el escandaloso nivel de corrupción del régimen que tiraniza a mi país.

También quiero manifestar que cualquier apoyo de los países hermanos para denunciar y condenar el régimen asesino es muy importante para mi pueblo que está siendo masacrado inmisericordemente.

Por favor, discúlpeme por escribirle en español, pero yo no hablo correctamente el portugués.

Apreciando su atención, me suscribo con todo mi respeto.
Rosabel Torrellas Hidalgo
 
 
Este es el video producido por la cadena Univisión en donde se muestra las “riquezas”  que el Chavismo acumulada en los Estados Unidos, país al que los mal llamados “socialistas” llaman “Imperio”, dando muestra de lo que la cadena televisiva estadounidense  llama “hipocresía”. Disfrútelo

 Diário El  AMANECER  ( VÍDEO)


24 de fevereiro de 2014

DA SÉRIE... O PT NÃO TEM CURA


"O impeachment, na minha visão, funciona como o botão que se aperta para dar descarga na privada. Você já fez... o que precisava ser feito e não precisa mais olhar os seus dejetos, misturados ao papel higiênico usado. E se tudo ainda não for pelo buraco adentro, engolido pelo jorro de água, você aperta o botão de novo. Simples, o impeachment.

Hoje, milhões de brasileiros apertaram o botão que deveria fazer sumir essa bosta de governo petista. Há um misto de repugnância e exasperação nas pessoas. Digamos - para continuar com a imagem escatológica - que estamos sofrendo uma insuportável prisão de ventre que faz doer a barriga, em espasmos. Nossos intestinos estão cheios, empanturrados com fatos e verdades não só sobre as mazelas do Planalto.

Mas o Congresso...meu Deus, três bandidos condenados na Comissão de Justiça? O Renan, julgado corrupto, decidindo o que serve para nós, povo brasileiro? Os congressistas, deputados federais, a maioria sendo processada por "malfeitos",para usar a expressão do FHC. Seriam eles o nosso purgante salvador? Nem pensar. Mais da metade desses indivíduos nem eleitos foram. Eram vice, pagaram as despesas de campanha, o titular se retirou para alguma "boca" combinada previamente e o agora premiado senador senta sua bunda na cadeira para fazer negócios.

Concorrência pública?...quem dá mais comissão leva. Esses caras exageraram, canalhas contumazes, viciados por anos e anos de impunidade. Eles tem alçadas de poder, verbas de tudo quanto é jeito, sinecuras - e agora preparam seus filhotes para lhes suceder na boca rica. O nepotismo corre solto. Não há o que se esperar deles, não virá de lá nenhuma atitude cívica - como votar o impeachment da Dilma.

Pois eles também deveriam ser "impichados". Vale o mesmo sentimento para com a Justiça, que a imprensa todo dia mostra como um vulgar balcão de negócios e interesses. A Petrobrás, o BNDES, as estatais...tudo aparelhado pelo Lula e sua quadrilha. A Dilma preside esse lupanar (palavra antiga, puteiro seria melhor) com seu beicinho arrogante, perpetrando absurdos com a cumplicidade de seus 39 (trinta e nove) ministros. Nem vou listar os despautérios, quem não é analfabeto, do MST ou bóia-fria sabe de cor que aquela senhora Dilma extrapolou.

Ela, no passado, conseguiu até falir uma lojinha de badulaques chineses, seu maior empreendimento até ser guindada a ministra pelo pior dos brasileiros vivos, essa desgraça chamada Lula. Então é o seguinte: hoje, as manifestações apertaram o botão da privada, coletivamente, num ato de dignidade e consciência política. Mas lá dentro da privada a merda rodou, rodou - e não foi embora. Falta um balde de água. Falta uma mudança total, de tudo. Falta uma greve geral que tenha a força de liquidar essa quadrilha do PT, incrustada no poder.Falta o impeachment da Dilma. Quem será essa pessoa que vai salvar os restos deste país?"

24 de fevereiro de 2014
Enio Mainardi
in movcc

DILMA RESSALTA OS "GANHOS SOCIAIS" DA VENEZUELA

Será que "ganhos sociais" justificam perdas de vida
 
Os mortos se amontoam na Venezuela. Já passam de duas dezenas. Nenhum militar. Nenhum dirigente do PSUV. Nenhum membro de milícia chavista. Nenhum funcionário do governo. Apenas opositores.
Especialmente jovens estudantes. No entanto, hoje, em Bruxelas, Dilma declarou que é preciso ver os "ganhos sociais" que a ditadura criminosa, que mata, que amordaça a imprensa, que quebra a economia do país, obteve.
Como se "ganhos sociais" fossem uma licença para matar inocentes, como se justificasse os assassinatos a sangue frio cometidos por ordem do presidente do país, Nicolas Maduro.
Sim, porque o presidente venezuelano é quem está comandando diretamente a matança, com as suas roupas burlescas que lembram o ditador norte-coreano.
É de se perguntar à presidente do Brasil: jovens assassinados não são um preço alto demais a pagar por "ganhos sociais"?

Atualizando...Prefeito de Caracas faz apelo à Dilma Rousseff pelo twitter:



24 de fevereiro de 2014
in coroneLeaks

OPOSIÇÃO ENTRA NO STF PARA ABRIR CAIXA PRETA DE BILHÕES DE DÓLARES DE EMPRÉSTIMOS SECRETOS DO BNDES


 
 
A oposição ingressou nesta segunda-feira (24) com mandado de segurança no STF (Supremo Tribunal Federal) para que o tribunal obrigue o governo federal a divulgar informações sobre contratos firmados entre o BNDES e os governos de Cuba e Angola.
 
O pedido é assinado pelo vice-líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), que recorreu à corte depois que o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior lhe negou acesso às informações. O mandado de segurança é contra a presidente Dilma Rousseff, o ministro Mauro Borges Lemos (MDIC) e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, por "ato atentatório à moralidade e à transparência pública".
 
O mandado foi motivado por reportagem da Folha que revelou, no ano passado, decisão do então ministro Fernando Pimentel, ex-titular da pasta, de classificar como secretos os documentos sobre os empréstimos às duas nações –o que não ocorreu com contratos de outros 13 países beneficiados por financiamentos do banco estatal.  Na ocasião, o governo alegou que os contratos com Cuba e Angola continham informações "estratégicas" e eram "cobertos por sigilo comercial". Apenas em 2012, o BNDES desembolsou US$ 875 milhões para os dois países.
 
Álvaro Dias pediu oficialmente as informações ao órgão, mas o ministério negou o requerimento. Com a negativa, o tucano decidiu ir ao STF por considerar que a Constituição assegura aos parlamentares acesso a informações públicas –especialmente depois da sanção da Lei de Acesso à Informação.  Dias entregou o pedido ao presidente do STF, Joaquim Barbosa, que prometeu encaminhá-lo até amanhã para um ministro relator analisar o caso.
 
"É direito líquido e certo de qualquer parlamentar provocar atos de fiscalização, com base em prerrogativa constitucional da Casa a que pertença. Lamentavelmente, nada parece obrigar o Poder Executivo federal a expor suas negociações internacionais nem mesmo ao Poder que lhe é controlador por excelência", disse o senador.
 
O tucano pede, no mandado de segurança, "pleno acesso" aos documentos e informações relativos às operações do BNDES junto aos dois países. Também afirma que, se o pedido for negado, que haja uma determinação para que o ministério e o governo repassem as informações à oposição.  O senador ainda pede a notificação das "autoridades coatoras" –Dilma, Coutinho e Lemos– para que apresentam as informações no prazo legal.
 
JUSTIFICATIVA
 
Ao negar o repasse das informações ao senador, o ministério argumentou que a divulgação poderia "prejudicar ou por em risco a condução de outras negociações e as relações internacionais do Brasil". A pasta também afirma que, ao tornar públicos os dados, poderia colocar em risco outras operações firmadas pelo Brasil.
 
Além disso, o governo diz que Cuba e Angola não estão submetidos à Lei de Acesso à Informação, por isso o ministério estaria "violando a soberania desses países se tais informações fornecidas em caráter sigiloso fossem divulgadas".
 
No ano passado, o PSDB também ingressou com pedido na Procuradoria Geral da República para que apurasse eventuais ilegalidades nas operações comercias conduzidas pelo BNDES.  Na época, a Folha tentou obter os contratos de financiamento por meio da Lei de Acesso à Informação, mas teve seu pedido negado, já que os documentos foram classificados como secretos.
 
(Folha Poder)
 
24 de fevereiro de 2014
in coroneLeaks

TERRORISMO COM FINANCIAMENTO A FUNDO PERDIDO DA CAIXA E DO BNDES

 

Esmeraldo Leal, diretor do MST em Sergipe (Foto: Marina Fontenele/G1)
MST costuma invadir agências da Caixa e é recompensado pelo banco com patrocínio de R$ 200 mil.
A Caixa Econômica Federal e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fecharam contratos sem licitação de R$ 200 mil e R$ 350 mil, respectivamente, com entidade ligada ao Movimento dos Sem Terra para evento realizado no 6.º Congresso Nacional do MST. O evento, há duas semanas, terminou em conflito com a Polícia Militar na Praça dos Três Poderes que deixou 32 feridos, sendo 30 policiais. Houve, ainda, uma tentativa de invasão do Supremo Tribunal Federal.
 
A Associação Brasil Popular (Abrapo) recebeu os recursos para a Mostra Nacional de Cultura Camponesa, atividade que serviu de centro de gravidade para os integrantes do congresso do MST. As entidades têm relação próxima, tanto que a conta corrente da Abrapo no Banco do Brasil aparece no site do MST como destino de depósito para quem deseja assinar publicações do movimento social, como o jornal Sem Terra.
 
O contrato de patrocínio da Caixa, no valor de R$ 200 mil, está publicado no Diário Oficial da União de 3 de fevereiro de 2014. Foi firmado pela Gerência de Marketing de Brasília por meio de contratação direta, sem licitação. A oficialização do acordo do BNDES com a mesma entidade foi publicada três dias depois. O montante é de até R$ 350 mil. A contratação também ocorreu sem exigência de licitação e foi assinada pela chefia de gabinete da presidência do banco de fomento.
 
A Mostra Nacional de Cultura Camponesa, objeto dos patrocínios, ocorreu na área externa do ginásio Nilson Nelson, em Brasília. O congresso teve suas plenárias na área interna. Os dois eventos tiveram divulgação conjunta e o objetivo da mostra era mostrar os diferentes produtos cultivados pelos trabalhadores rurais em assentamentos dentro de um discurso do MST da valorização da reforma agrária.
 
 Dinheiro público para financiar tentativa de invasão ao Palácio do Planalto.
 
Marcha. O congresso foi realizado de 10 a 14 de fevereiro e reuniu 15 mil pessoas. No dia 12, uma marcha organizada pelo movimento saiu do ginásio e percorreu cerca de cinco quilômetros até a Esplanada dos Ministérios. O objetivo declarado era a entrega de uma carta ao secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, com compromissos não cumpridos pela presidente Dilma Rousseff na área da reforma agrária.
No decorrer da passeata, o grupo de sem-terra integrou-se a petistas acampados em frente ao STF desde as prisões do mensalão, ameaçando invadir a Corte. Na presidência dos trabalhos, o ministro Ricardo Lewandowski suspendeu a sessão que ocorria no momento.
 
Um cordão de isolamento feito por policiais e seguranças da Corte impediu os manifestantes de avançar em direção ao Supremo. Eles então se dirigiram ao outro lado da Praça dos Três Poderes, rumo ao Palácio do Planalto. Quando os sem-terra romperam as grades colocadas na Praça o conflito começou.
A tentativa de invadir o STF com patrocínio de R$ 350 mil do BNDES
 
A Caixa Econômica Federal e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) afirmam que os patrocínios concedidos ao evento da Associação Brasil Popular (Abrapo) foram realizados para ampliar a visibilidade das empresas para o setor agrícola. Caixa e BNDES não quiseram comentar possíveis danos à imagem institucional por causa do conflito ocorrido na marcha realizada pelo MST.
 
A Caixa afirma que apoiou o evento porque ele "valoriza a população campesina brasileira e oferece oportunidade de intercambiar conhecimentos e culturas do País". Diz também que o patrocínio é "positivo para a imagem do banco como empresa com responsabilidade social, apoiadora de iniciativas voltadas para o desenvolvimento cultural da sociedade brasileira e das práticas de incentivo à difusão do conhecimento". Informa ainda que "a ação também faz parte da estratégia do banco de ampliar a atuação na área rural, com incremento de créditos específicos para o setor agrícola". Segundo a Caixa, o repasse de R$ 200 mil ainda não foi feito porque aguarda a comprovação de despesas da entidade.
 
O BNDES diz que "decidiu apoiar o evento porque entendeu que a mostra tem potencial de contribuir para a comercialização de produtos de agricultura familiar e oriundos de assentamentos da reforma agrária, gerando renda e melhores condições de vida para estes produtores". Afirmou que o projeto está alinhado com o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, no qual opera uma linha de crédito. "Constitui-se numa oportunidade de divulgação de seus programas agrícolas diretamente a esse público", respondeu o banco de fomento.
 
(O Estado de São Paulo)
 
 
Para finalizar, os terroristas do MST, financiados pela Caixa e pelo BNDES, foram recebidos em agenda oficial pela Presidente da República. Os black bloc são amadores perto deles. 

EM 4 MESES, SUBIU DE 10% PARA 38% O NÚMERO DE BRASILEIROS CONTRA A COPA

 

 
Quanto mais se aproxima a Copa do Mundo, mais os brasileiros percebem a mentira oficial sobre os seus benefícios. O tão propalado "legado" não existe, a não ser 12 estádios superfaturados, cujo valor daria para construir 120 hospitais de média complexidade.

Há vários exemplos de projetos de infraestrutura que foram abandonados pelo caminho. Em 2009, a presidente prometeu um trem-bala ligando São Paulo e Rio até o início da Copa, mas a obra nunca saiu do papel. Em Manaus (AM), os dois únicos projetos de mobilidade urbana -monotrilho e BRT (Bus Rapid Transit) - foram adiados por tempo indeterminado.

A menos de quatro meses para o início da Copa do Mundo, apenas metade dos brasileiros apoia a realização do evento. É o menor índice registrado desde que a pesquisa Datafolha começou a perguntar sobre o assunto, há pouco mais de cinco anos. O respaldo à Copa caiu para 52%, percentual bem abaixo do pico de 79% registrado em novembro de 2008, quando o Datafolha iniciou a série a respeito do tema.
 
(Com informações da Folha de São Paulo)
 
24 de fevereiro de 2014
in coroneLeaks  

DILMA ESTÁ DANDO GUARIDA A GOVERNOS AUTORITÁRIOS QUE DESPREZAM A DEMOCRACIA E O ESTADO DE DIREITO, CRITICA AÉCIO

 

Abaixo, artigo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), intitulado "Democracia à deriva", publicado hoje na Folha de São Paulo.

"O Brasil perdeu mais uma oportunidade histórica de se colocar à altura de seu papel de liderança no continente. Com a crise política, econômica e social na Venezuela e a escalada crescente da violência e a ameaça real à estabilidade institucional do país, esperava-se do governo brasileiro uma ação diplomática pró-ativa e firme, coerente com a tradição centenária do Itamaraty, pautada no respeito aos direitos humanos, à defesa da liberdade e da democracia.

Ao assinar as notas do Mercosul e do Unasul que emprestam respaldo ao presidente Nicolás Maduro, o Brasil ignora as respostas que o governo venezuelano tem dado às manifestações de protesto, com flagrante repressão contra toda e qualquer oposição ao regime e o cerceamento ostensivo à liberdade de expressão. 

Soma-se à vocação autoritária do chavismo uma grave instabilidade econômica, com a maior inflação da América Latina (57%) e a menor taxa de crescimento (1,1%). Arruinado pela má gestão, o país expõe seus cidadãos a uma rotina de escassez de alimentos e de energia.

No lugar de oferecer colaboração institucional para a promoção do diálogo entre as forças políticas em conflito, o Brasil submete sua política externa às conveniências ideológicas, deixando de representar os interesses permanentes do Estado brasileiro para defender o ideário do governo de plantão.

Longe de ser um fato isolado, a posição se inscreve no rol de desacertos desde que o governo impôs à atuação da Chancelaria o viés partidário. Nunca é demais lembrar episódios como a aceitação dócil da expropriação das refinarias da Petrobras em Santa Cruz, em 2006; a deportação dos boxeadores cubanos nos Jogos Pan-Americanos de 2007 e o tratamento dado ao senador boliviano exilado na Embaixada em La Paz. 

Onde está a coerência com a atitude adotada na crise paraguaia, em que foi invocada a cláusula democrática do Mercosul? Por afinidades ideológicas, o Brasil está deixando de assumir suas responsabilidades internacionais também na questão dos direitos humanos.

A partidarização da política externa tem consequências também na política de comércio exterior. As crises na Venezuela e na Argentina, pela passividade da reação do Itamaraty, estão trazendo prejuízos à credibilidade do governo brasileiro e às empresas nacionais que encontram barreiras para exportar e grandes dificuldades para receber seus pagamentos.

O mundo desconfia do Brasil, e não é à toa. Pouco adianta a presidente da República reafirmar no concerto internacional a posição do Brasil como país aberto, democrático, que respeita as regras internacionais, se, na prática, damos guarida a governos autoritários que desprezam a democracia e o Estado de Direito."
 
24 de fevereiro de 2014
in coroneLeaks

DINHEIRO DO BNDES TRANSFERIDO PARA CUBA ESTÁ FINANCIANDO A MORTE DE ESTUDANTES NA VENEZUELA.

FIDEL MANDOU SEUS AGENTES AJUDAREM MADURO A TORTURAR E ASSASSINAR OPOSITORES.

Estudante assassinado pelos comunistas na tarde desta segunda-feira na Venezuela. O dinheiro do BNDES está financiando o massacre do povo venezuelano. 
O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) apresentou nesta segunda-feira um mandado de segurança pedindo que o Supremo Tribunal Federal (STF) obrigue o governo a divulgar as informações sobre repasses de recursos a Cuba e Angola.  
 
O Ministério de Desenvolvimento Social se nega a dar publicidade aos dados, mesmo quando acionado via Lei de Acesso à Informação. Os repasses foram feitos por meio de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
 
O requerimento de Álvaro Dias tem como alvo a presidente Dilma Roussef, o ministro do Desenvolvimento, Mauro Borges, e o presidente do BNDES, Luciano Coutinho. O tucano fala em “ato atentatório à moralidade e transparência pública”. Do site da revista Veja.

MEU COMENTÁRIO: Está certo o Senador Álvaro Dias, no que concerne aos trâmites legais, como o mandado de segurança etc... em busca da verdade sobre a aplicação dos recursos do erário.
 
Todavia essas iniciativas não mudam um tico o estado ditatorial comunista que se vai instalando no Brasil.
 
O exemplo vem da Venezuela. Lá a oposição do Capriles, que até pode ser uma pessoa decente e de boas intenções etc. Entretanto, a exemplo do Senador Álvaro Dias, sempre se utilizou de mecanismo institucionais para fazer oposição ao Chavismo. Resultado:  já se tornou freguês de caderno dos comunistas. Perdeu todas até agora! 
 
Precisou que um político como Leopoldo Lópes, de apenas 42 anos de idade, peitasse os comunistas como de fato peitou e está preso, de forma flagrantemente ilegal.
 
Mas o modus operandi de López difere completamente daquele praticado por Capriles e, de resto, da oposição brasileira. 
 
Com comunistas - e esta é a palavra que a turma do PSDB escamoteia - usar apenas os meios institucionais para fazer oposição não funciona. Eles já detêm todo o poder e aparelharam até o Supremo Tribunal Federal. Mais algumas aposentadorias de ministros e lá se vai o Supremo igual à corte de justiça bolivariana do chavismo.
 
Nessas alturas, se é que a turma do PSDB me entende, não haverá mais qualquer sentido ingressar com mandato de segurança. Para que os comunistas encastelados no poder revelem a verdade sobre a roubalheira do PT que drena recursos da Nação para financiar ditaduras comunistas, a briga tem de ser em outro terreiro. 
 
Na Venezuela, Nicolás Maduro e seus esbirros estão assassinando jovens nas ruas. E tem dinheiro do Brasil nessa barbárie comunista. Nenhum representante da oposição brasileira emitiu um pio sobre isso.
 
Assim, ainda que louvável, a atitude do senador Álvaro Dias, é simplesmente inócua. Aliás, onde estavam os senadores quando aqui mesmo neste blog noticiei e comentei a transferência pelo governo do Lula e da Dilma, de recursos para essas ditaduras assassinas?
----
Mais adiante vou mostrar como os milhões de dólares que a Odebrecht ganha em conluio com os comunistas do PT estão sujos de sangue. 

O Marcelo Odebrech tem as mãos sujas de sangue! Ele abraça assassinos como Raúl Castro. 

Ele tem as mãos sujas de sangue! 
 
24 de fevereiro de 2014
in aluizio amorim

"OPERAÇÃO BURUNDANGA"


http://www.youtube.com/watch?v=6u7Sod7ptq0&feature=player_embedded

Robert Alonso é um cubano-venezuelano. Aos 11 anos de idade chegou com sua família à Venezuela, na condição de exilado político. Obteve a cidadania venezuelana e adotou esse país como sua segunda pátria. Entretanto, durante o regime chavista, Robert Alonso, foi duramente perseguido por Hugo Chávez e teve que fugir. Vive exilado em Miami, bem como sua irmã, a famosa cantora e atriz Maria Conchita Alonso. Sugiro que visitem o site de Robert Alonso onde há muita informação sobre a luta contra a cubanização da América do Sul.

No vídeo acima, Robert Alonso - velho de guerra na luta contra o castro-comunismo - analisa as manifestações que ocorrem na Venezuela contra a ditadura comunista. Na verdade faz uma mini-palestra com a finalidade apontar qual o caminho e os cuidados a serem tomados nessa fase decisiva que pode mudar o curso da história na Venezuela.

Atentem para o que ensina Robert Alonso, quando se refere à "operação burundanga", uma jogada psicológica dos comunistas voltada a atenuar e esvaziar as manifestações. Vale a pena ver este vídeo.

QUEM TEM MEDO DE JOAQUIM BARBOSA?


Embora seja improvável a candidatura do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, à presidência da República, nem por isso o desconforto deixou de existir nos gabinetes do Palácio do Planalto.
Barbosa falou demais quando desprezou o sistema partidário brasileiro, chamando-o de “partidos de mentirinha”. Pior: o ministro não abriu exceção. Colocou todas as siglas no mesmo saco.
A rigor, Barbosa não está errado, pois ideologia e ações programáticas passam ao largo dos 39 partidos existentes. E a melhor maneira para saber se existe diferença entre os partidos basta coloca-los no poder.
 
No Brasil nenhum partido surgiu da sociedade civil, todos, mesmo o PT, foram criados dentro da estrutura do Estado. Lula deu início ao PT a partir das organizações sindicais e de intelectuais de esquerda instalados nos laboratórios das universidades públicas. Formaram o bolo da “esquerda caviar” artistas e frações  da classe média deslumbrada.
 
À época era – como dizer? – chiquérrimo ser petista nos bares da orla sul do Rio de Janeiro e ou  dos Jardins de São Paulo. Hoje não mais, a classe média acha de extremo mau gosto ser petista, principalmente depois que estourou a bandalheira do mensalão.
 
O Lula barbudo cultuado na década dos 80 por essa gente de bons hábitos se transformou no semianalfabeto, metido em ternos caros, que está se achando. Lula perdeu o glamour do guevarismo de botequim e passou a ser o alter ego da turma do bolsa-família, da classe média de baixa renda e de empresários bajuladores e espertos.
O Lulinha paz e amor de antes é hoje, para a turma do andar de cima, aquele homenzinho vulgar nas palavras, no comportamento e na escolha das “rosemarys”.
 
As pesquisas endossam a tese de que depois desses doze anos o lulo-petismo perdeu o prazo de validade e que já se percebe fadiga de material.
Os bem-nascidos viraram a cara para o petismo, mas não sabem para onde ir.
As opções colocadas no cenário para o pleito deste ano ainda não emplacaram.
 
É nesse vácuo que aparece a figura de Joaquim Barbosa, “o justiceiro” que colocou gente poderosa na cadeia, desde políticos estrelados e corruptos a banqueiros vigaristas.
O povão adorou: a cadeia agora é para todos. A classe média bem-nascida encontrou o seu herói do dia: o implacável.
 
Nas mídias surgem os defensores da candidatura de Barbosa à presidência. Os exaltados, com certa acidez e uma ponta de preconceito proclamam: “elegemos um analfabeto, depois uma mulher e agora chegou a vez de um negro”. Como se a cor e o gênero de um governante fossem critérios válidos para ser um estadista.
 
O medo da candidatura de Barbosa deve-se principalmente porque o ministro dialoga diretamente com as ruas, sem necessidade de passar pela intermediação de um partido político. Forçando a mão, alguns analistas políticos trazem para o debate o fenômeno Jânio Quadros dos anos 60 para enquadrar a candidatura de Joaquim Barbosa como um outsider da política nacional.
 
Bobagem. Com um sistema de presidencialismo de coalizão, a eleição de um presidente descompromissado com partidos políticos pode levar o país a um processo sem volta de ingovernabilidade. Melhor um Congresso podre do que Congresso nenhum.
 
Portanto, cabem a Aécio Neves e Eduardo Campos conseguir que os 61% dos que não aprovam o governo de Dilma Rousseff se encantem com suas candidaturas. Existe no imaginário popular uma possibilidade mudancista.
Resta saber se a oposição está qualificada para assumir esse compromisso.
 
Do jeito que está, dizem os brasileiros que pensam, não dá para continuar: inflação, juros na altura, o setor produtivo patinando, uma carga tributária obscena, as contas públicas sem controle, o mercado nervoso, uma política externa de canteiro de obra, violência nas ruas e no campo, desrespeito ao Estado de direito, insegurança jurídica, grupelhos de vândalos se apossando das ruas, um governo medíocre e predatório, um legislativo vendido, um judiciário aparelhado e uma presidente completamente despreparada para o cargo que não consegue juntar três palavras com algum sentido.
 
Esse é o quadro do Brasil de hoje que, se mantido, pode ainda piorar. Chegamos ao fundo do poço. É o horror.
 
24 de fevereiro de 2014
Nilson Borges Filho é mestre, doutor e pós-doutor em Direito

BNDES E CAIXA ECONÔMICA FEDERAL FINANCIAM GRUPO TERRORISTA DO PT


 
 
A Caixa Econômica Federal e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fecharam contratos sem licitação de R$ 200 mil e R$ 350 mil, respectivamente, com entidade ligada ao Movimento dos Sem Terra para evento realizado no 6.º Congresso Nacional do MST.
O evento, há duas semanas, terminou em conflito com a Polícia Militar na Praça dos Três Poderes que deixou 32 feridos, sendo 30 policiais. Houve, ainda, uma tentativa de invasão do Supremo Tribunal Federal.
 
A Associação Brasil Popular (Abrapo) recebeu os recursos para a Mostra Nacional de Cultura Camponesa, atividade que serviu de centro de gravidade para os integrantes do congresso do MST.
As entidades têm relação próxima, tanto que a conta corrente da Abrapo no Banco do Brasil aparece no site do MST como destino de depósito para quem deseja assinar publicações do movimento social, como o jornal Sem Terra.
 
O contrato de patrocínio da Caixa, no valor de R$ 200 mil, está publicado no Diário Oficial da União de 3 de fevereiro de 2014. Foi firmado pela Gerência de Marketing de Brasília por meio de contratação direta, sem licitação.
 
A oficialização do acordo do BNDES com a mesma entidade foi publicada três dias depois. O montante é de até R$ 350 mil.
A contratação também ocorreu sem exigência de licitação e foi assinada pela chefia de gabinete da presidência do banco de fomento. 
 
 
24 de fevereiro de 2014
in aluizio amorim

DILMA E O PT CARNAVALIZARAM O BRASIL


 
 
24 de fevereiro de 2014

NOTAS POLÍTICAS DO JORNALISTA JORGE SERRÃO



 

 
A Presidenta Dilma Rousseff tomou, literalmente, uma ducha de água gelada e ficou mais PT da vida ainda com a divulgação, pela revista Exame, de que a Petrobras tem extraído, em média, para cada barril de petróleo, um barril de água, na Bacia de Campos – que responde por 80% da produção nacional. Não vai ser fácil demonstrar aos investidores que a produção da Petrobras volte a subir, para diminuir as perdas dos acionistas.

O “fenômeno Aquabras”, confirmando a queda de produção da Petrobras, não será o único a impactar o nervoso mercado nesta terça-feira, quando a petroleira divulga seu balanço e o Plano Estratégico 2030. A famosa defasagem nos preços dos combustíveis – manobra do controlador governo – e o câmbio serão novamente motivo da gritaria dos investidores. Estima-se que o lucro líquido da companhia deve ficar entre R$ 20 bilhões e R$ 23 bilhões em 2013 – bem menos que os R$ 21,18 bilhões de 2012 – que foi o pior resultado em oito anos.

Geólogos advertem que o pouco investimento em novos poços, declínio natural e má gestão de reservatórios explicam a queda de produtividade de óleo, enquanto a quantidade de água nas plataformas passa de 1,5 milhão de barris/dia – conforme dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP). A corrida pela autossuficiência – conto do vigário do governo Lula –, injetando-se mais água nos poços para acelerar a produção antes do tempo, pode ter causado o efeito “Aquabrás”

O fenômeno da “Aquabras” chegou a ser apontado no último relatório do HSBC sobre a estatal de economia mista. Luiz Carvalho, analista do banco britânico, escreveu: "Seguindo uma tendência dos últimos seis meses, o excesso de produção de água como um subproduto se tornou um sério problema na Bacia de Campos."

O Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE) calcula que a Petrobras teve uma perda de R$ 1 bilhão com a importação de gasolina e diesel no quatro trimestre do ano passado, considerando o valor gasto e a receita obtida com a venda no mercado interno. Sem poder reajustar a gasolina e o diesel, a Petrobras tem elevado os preços de outros produtos que não afetam diretamente o índice de inflação. Já há reclamações da industria de papel e celulose (por causa dos reajustes de solventes e ureia) e navios de cabotagem (sobre os reajustes dos preços do bunker, óleo combustível de navio).

Além dos resultados abaixo do esperado, a Petrobras vira alvo de denúncias de corrupção. Investidores vão entrar com ações judiciais em Nova York para cobrar explicações sobre escândalos como a refinaria de Pasadena, a compra de plataformas dos holandeses, os prejuízos com a refinaria Abreu e Lima, os contratos suspeitos de superfaturamento no Complexo Petroquímico de Itaboraí, a Gemini, o caso BB Milenium e tantos outros que darão dor de cabeça ao governo, e devem levar dirigentes da companhia á barra dos tribunais nos EUA.

Revanchismo orçamentário

Adivinha qual foi o ministério que teve o maior corte orçamentário na tesourada dada pelo Guido Mantega, na semana passada?

O da Defesa: perdeu R$ 3,5 bilhões.

A dotação aprovada para os militares caiu de R$ 14,79 bilhões para R$ 11,29 bilhões.

Sinal de que, em termos de penúria, tudo ainda fica pior que dantes no quartel do Abrantes...

Fotos de guerra

Para quem gosta de fotografias de guerras ou conflitos urbanos, um prato cheio...

A recente batalha de Kiev, em mais de 70 fotos impressionantes:


Socorro baiano?

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, deveria mudar de pai de santo...

Uma cratera que se abre na esquina das ruas Barata Ribeiro e Miguel Lemos, em Copacabana, é mais um complicador para o trânsito da cidade, que vem dando nós, desde as radicais intervenções urbanas da Prefeitura.

Agora, os cariocas só ficam na expectativa de que as obras sejam entregues no prazo – o que, no Brasil, só acontece por milagre -, para que não se torne permanente o caos dos engarrafamentos.

Périplos tupiniquins

Do médico Humberto de Luna Freire Filho, sempre cutucando a turma do Palhaço do Planalto:

“A dona Dilma, em sua penúltima viagem a Europa, fez uma farra em terras Lusitanas e retornou por Cuba onde inaugurou a maior obra de seu governo; o porto de Mariel. Será que, após alugar o papa para garoto propaganda da copa, ela não voltará por Caracas? Afinal o seu amigo Maduro está em maus lençóis e uma reunião entre os dois, sob as bênçãos de um passarinho, possa por a revolução bolivariana nos trilhos”.

Privadas dos governantes

De Mário Dente, refletindo sobre o dilema do capimunismo tupiniquim:

“O governo federal parece preferir as empresas estatais. Pode colocar nelas grande número de cumpanheros e os amigos  ganham muito por participar das reuniões dos  dos "conselhos". O ramo petrolifero criou enormes e lucrativas empresas em outros países e, aqui, está  perdendo dinheiro e sua gasolina é de baixa qualidade porque não tem concorrentes. Compare-se como estão Embraer e Vale, privatizadas, e  suas situações quando estatais. Quando os dirigentes de empresas não adotam  decisões  que podem, afetar o próprio bolso, não se preocupam se são as certas ou erradas pois eventuais  perdas são da viúva. Veja-se a situação da infra estrutura rodoviária, ferroviária, portos e aeroportos que só após dez anos de governo petista começaram a ser privatizados. Os significados do título deveriam ser trocados: as estatais são privadas dos governantes”.

Vegetando e andando

 
O Rei, no anúncio da Friboi.

 
Marcelo Madureira, sempre imperdoável, no Casseta & Planeta virtual.

Efeito Friboi


Missão de preso


Aguardando doações


Obedece quem tem juízo...


Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.
 
24 de fevereiro de 2014
Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor.