"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

TARCÍSIO PROJETA MAIS DE 40 LEILÕES DE INFRAESTRUTURA EM 2020



Ministro demonstra animação com concessões e destaca interesse estrangeiro: “O Brasil é a bola da vez”.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, participou, nesta quinta-feira (5), do seminário “Brasil 2020“, realizado pela XP Investimentos, em São Paulo.

Freitas destacou que o país tem feito a lição de casa com as reformas econômicas e dado sinalizações positivas para o setor privado.

“O Brasil é a bola da vez. Há um interesse forte nos nossos projetos”, disse o ministro para uma plateia formada por investidores e empresários.

Segundo o site InfoMoney, Tarcísio de Freitas acrescentou:

“O cenário é extremamente favorável para nós. Temos um mundo que hoje está se debatendo com a guerra comercial, que está envelhecendo, que sofre com os efeitos da polarização política e que está desacelerando. E as economias centrais têm respondido a isso com reduções de taxas de juros – e isso faz com que nossos projetos façam muito sentido.”

Ainda de acordo com o ministro, a meta do governo Jair Bolsonaro para o ano que vem é realizar algo entre 40 e 44 leilões apenas na pasta da Infraestrutura:

“Estamos estruturando projetos para proporcionar remunerações de 9%, 10%, 11%, 12% [em termos] reais. E essas estruturações sempre são conservadoras, o que significa que há possibilidade para upside e alavancas para que se atinjam remunerações ainda maiores e que são muito interessantes quando pensamos em moeda estrangeira.”


06 de dezembro de 2019
renova mídia

PARA ONDE VAMOS?

Numa das grandes obras da literatura universal, Quo Vadis, de Henryk Sienkiewicz, Petronius explica para seu sobrinho porque tiranos assassinos como Tiberius e Nero [que chacinou a mãe, o irmão e a esposa], sempre se desculpam com o Senado pelos seus atos: “Por que temos que mostrar nosso respeito a virtude mesmo quando somos degenerados? Você quer saber minha opinião? Acho que fazemos isso porque o crime é monstruoso e a virtude é bela”. Lula e o PT, pelo contrário, praticam crimes como se fossem Michelangelos produzindo obras-primas. Eles se orgulham e se exaltam por todo o mal que fazem. Vejam este video que mostra definitivamente sua desfaçatez e porque é imperante extirparmos e colocarmos essa canalha fora da nossa vida pública.

06 de dezembro de 2019
in selva brasilis

O ELO FRACO DO GOVERNO BOLSONARO, OU APENAS UM MERDA ABSOLUTO?

CORREIOS: PRIVATIZE-SE JÁ!



A existência desse monopólio estatal é uma aberração que custa caro aos cidadãos. A área merece os bons ares da concorrência. Sobre o tema, segue artigo de Bharbara Pretti, publicado pelo Instituto Liberal

A Constituição Federal determina que a atribuição da atividade praticada pelos Correios é de domínio exclusivo da União. Dessa forma, sob o argumento de que o setor estratégico deveria pertencer ao Estado, foi criada, por meio do Decreto número 8.016/2013, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), os Correios.

Por que é preciso desestatizar? Bom, o motivo primário e mais importante é o fato de o Estado não prestar um bom serviço, além de não ter o direito de regular/monopolizar o mercado. O fato de não existir concorrência contribui ainda mais para a ineficiência da empresa, pois não existe motivo para melhora, já que os concorrentes são impedidos de entrar no mercado atendido por essa estatal.

Nessa linha, o que seria privatizar? Privatizar é fazer a transferência do que é estatal para o domínio da atividade privada. Isso porque a Escola Austríaca defende que, na atividade empresarial sob a administração pública, não existem cálculo econômico, prestação de contas, punição e substituição. O monopólio estatal sobre serviços e produtos retira a soberania do consumidor e do povo, colocando-a sob a tutela de burocratas e governantes. Assim, a administração pública não pode ser avaliada em termos financeiros e não é movida pelo lucro.

Diante do exposto, o processo de privatização deverá ser analisado basicamente sob três enfoques: a privatização em sentido estrito (alienação da ECT), a desestatização (livre iniciativa plena para o exercício da atividade postal) e a desregulamentação do setor.

O primeiro passo para a plena privatização dos Correios deve ser a revogação das leis de constituição da ECT, com sua transformação em sociedade anônima e a consequente abertura de seu capital social para investidores privados.

Com isso, existe a possibilidade de se optar pelo direito de preempção (preferência) de seus empregados (o que pulverizaria as ações da empresa, evitando a formação indireta de monopólio por grandes grupos que tenham capital suficiente para comprar um grande número de ações).

A ideia central é fugir da concessão, modo de privatização mais utilizado hoje em dia no que tange a portos e aeroportos brasileiros, que mantém fortes a participação e o intervencionismo estatal.

A oferta pública de ações levantaria capital para pagamento de dívidas, aprimoramento tecnológico e fortalecimento da empresa, fazendo com que ela se torne apta a concorrer no mercado interno e externo. Toda a estrutura atual poderá ser aproveitada, inclusive com opção de parcerias com outras empresas privadas, centros de distribuição, entre outros.

Assim sendo, abriríamos a porta à livre iniciativa, para concorrentes nacionais e estrangeiros. A livre concorrência é o caminho para a soberania dos consumidores que, diante das várias opções, poderão optar pela que melhor atende às suas expectativas. Por fim, dessa forma, a liberdade é a solução mais eficiente e fomenta ainda a seleção dos mais eficientes e produtivos.


06 de dezembro de 2019
in orlando tambosi

IDEOLOGIA DE GÊNERO, A AGENDA COMUNISTQA DO SÉCULO XXI.

CRIANÇAS E JOVENS SÃO OS ALVOS PRINCIPAIS DOS TARADOS VERMELHOS.



O vídeo acima é parte de uma entrevista do conservador argentino Agustín Lage, concedida a uma canal de TV mexicano. O tema é a "ideologia de gênero". Agustín Lage é também o autor de um livro bastante conhecido, e não sei se existe versão em português, intitulado" "El libro negro de la nueva izquierda, Ideología de género o subversión cultural”. 
A tradução do vídeo com legendas é do grupo Tradutores de Direita  que resume o objetivo da "ideologia de gênero: "Um plano de subversão e destruição da natureza como fator limitante que abre precedente para as mais loucas interpretações, a ideologia de gênero precisa ser conhecida para que seja combatida e para que nossas crianças e jovens sejam protegidas de seu alto poder destrutivo. Decidimos traduzir esse rápido trecho da entrevista pois Augustin é certeiro e impressiona o entrevistador ao citar as consequências que já estão sendo observadas no mundo por causa da aceitação politicamente correta desta loucura. Confira o vídeo."
Creio que é imperioso assinalar que a 'ideologia de gênero" (ou diversidade sexual) faz parte da agenda comunista do século XXI. E como por diversas vezes tenho assinalado aqui neste blog em textos referentes a este assunto, a "ideologia de gênero" faz parte do esquema comunista destinado a destruir a Cultura Ocidental.
Os ideólogos da Escola de Frankfurt na Alemanha, como também o famigerado téorico comunista e já falecido, o italiano Antonio Gramsci, entre outros marxistas, chegaram à conclusão há alguns anos que o maior obstáculo para a introdução do comunismo no ocidente estaria no plano cultural. Ter-se-ia, neste caso, de destruir a matriz cultural judaico-cristã sobre a qual edificou-se a Cultura Ocidental, ou seja fazer picadinho dos valores morais, "desmoralizando" tudo, todos os costumes e, sobretudo, as crenças religiosas. Tal desiderato já se vê no comportamento de muitos prelados da Igreja Católica, inclusive o atual Papa argentino.
Resumidamente esse é o objetivo do movimento comunista do século XXI. Não é à toa que todos os esquerdistas apoiam a tal "ideologia de gênero" que também é apregoada dentro das universidades, especialmente as estatais. Portanto fica aqui um alerta para os pais de crianças em idade escolar. É fundamental que acompanhem muito de perto o que os comunistas vagabundos travestidos de professores estão ensinando para as crianças. Se o conteúdo inclui a "ideologia de gênero" isto tem de ser denunciado às autoridades judiciais.
06 de dezembro de 2019
in aluizio amorim

POR QUE O FENÔMENO JAIR BOLSONARO CONTINUA SENDO UM ENIGMA PARA OS ANALISTAS POLÍTICOS? ENTENDA.



A coisa mais incrível e desconcertante para o establishment é o fenômeno Jair Bolsonaro. Nunca é demais lembrar que o establishment é aquele grupo de poderosos, ou seja a elite social, econômica, política e legal que controla uma Nação e que determina a ordem ideológica e política.

Grosso modo, o que os brasileiros estão vendo agora em 130 de República é que esse controle do establishment foi pela primeira vez detonado. Ou seja, pela primeira vez na história da República os poderosos estão desesperados na tentativa de retomar o controle da Nação brasileira que a maioria dos eleitores abocanhou no último pleito presidencial.

Pela primeira vez em 130 anos da República nem o aumento do preço da carne, ou da gasolina ou de qualquer outro produto é capaz de tisnar a ligação direta da maioria do povo brasileiro com o Presidente Jair Bolsonaro.

Já fizeram de tudo. Tentaram assassinar Bolsonaro, lançaram toneladas de petróleo no litoral do Brasil, tocaram fogo nas florestas, insinuaram rusgas entre Trump e Bolsonaro, sem falar na profusão de fake news veiculadas na maior cara dura pela grande mídia nacional e internacional.

Em que pese tudo isso, o fato é que o vínculo que une a maioria do povo brasileiro ao Presidente Jair Bolsonaro continua inalterado, e agora parece que cresceu em proporções jamais imaginadas. E não há na história do Brasil nenhum episódio político que se compare com o que está ocorrendo em termos políticos no Brasil. Afinal, pela primeira vez existe uma ligação direta e apoio total e irrestrito ao Presidente Jair Bolsonaro por elevado contingente da população brasileira.

O troço é tão desconcertante que os ditos "intelectuais" da academia e os analistas políticos da mainstream media estão desorientados. Os conceitos e paradigmas que orientavam as análises sociais e políticas parece que derreteram. Não dão mais conta de nomear/interpretar a realidade. A eleição de Bolsonaro mudou tudo porque foi a primeira vez em nossa história republicana que um um líder político chegou à Presidência da República pela decisão única e exclusiva do povo brasileiro. Todas as tramas do establishment não surtiram qualquer efeito para impedir que a vontade popular se consumasse.

Há pouco zapeando pelo Twitter encontrei uma postagem que revela uma realidade que desconcerta o establishment e seus penas alugadas nas academias e na grande mídia. Determinados acontecimentos políticos muitas vezes fazem tábula rasa do repertório de conceitos invocados pelos ditos "intelectuais" e "analistas", mormente aqueles instalados nas academias que eram sempre consultados para explicar determinadas ocorrências. De repente ficaram mudos.

A cena que me refiro está neste filmete postado no Twitter. Vejam:

06 de dezembro de 2019
in aluizio amorim

DILMA: AS MELHORES PÉROLAS - A SAGA CONTINUA


TOCANDO AGORA

DILMA: AS MELHORES PÉROLAS (THE BEST JOKES OF DILMA)

DILMA: AS MELHORES PÉROLAS... VENDAVAL DE GAFES


TOCANDO AGORA

DAVI ALCOLUMBRE ESCONDENDO FORTUNA DA JUSTIÇLA!

O BRASIL PRECISA SABER DISSO! RODRIGO MAIA ACABOU COM TUDO!

STF E LJULA ENVERGONHAM O PAÍS


TOCANDO AGORA

STF e Lula envergonham o País

06 de dezembro de 2019

DELAÇÃO DE CABRAL COLOCA BRASÍLIA EM RISCO!

O QUE QUE É ISSO, MINHA GENTE??

Deputado do PL fraudou assinaturas em ‘ofício do Fundão Eleitoral’



“Assinei e assinaria de novo, se preciso. Eu resolvi fazer e acabou”, disse o deputado responsável pela fraude.

O senador Jorginho Mello (PL-SC) afirmou, nesta quinta-feira (5), que a assinatura no ofício encaminhado ao deputado Domingos Neto, relator do Orçamento, não havia sido feita por ele.

O documento em questão serviu de base para o aumento do fundo eleitoral para R$ 3,8 bilhões.

O Antagonista descobriu que a assinatura falsa em nome do senador Mello no ofício foi obra do deputado Wellington Roberto, líder do Partido Liberal (PL) na Câmara dos Deputados.

Roberto também fraudou a assinatura do presidente da legenda, José Tadeu Candelária.

Questionado pelo blog, Wellington Roberto admitiu a fraude, explicando que assinou “como representante” do partido, mas que não tem “nenhuma procuração”:


“Assinei como representante do meu partido numa reunião em que estavam ausentes o presidente e o líder. Encerrada a reunião, perguntaram se eu podia assinar. Assinei e assinaria de novo, se preciso. Eu resolvi fazer e acabou.”

O senador avalia tomar medidas judiciais em razão do dano à sua imagem. Já Wellington Roberto diz não ter cometido crime algum:


“Não sabia que ele era contra. Acho que não fiz nada demais. Se ele acha que eu fiz, é problema dele. Não estou me afastando hora nenhuma da responsabilidade de ter assinado.”

06 de dezembro de 2019
revela mídia

"O HOMEM-BOMBA" - DELAÇÃO DE CABRAL CAUSA 'CALAFRIOS' NO STJ E NO STF

O MITO DO SAL. FAZ MAL MESMO?

MITO DO VEGETARIANISMO E VAGANISMO?

O MITO DAS GORDURAS SATURADAS

ELIMINANDO FÁCIL A GORDURA NO FÍGADO ( ESTEATOSE HEPÁTICA )

DESEMPENHO DO BRASIL NO PISA É HORRÍVEL, DIZ BOLSONARO


Brasil ficou entre os últimos colocados no ranking latino-americano no resultado do teste aplicado em 2018.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que o desempenho do Brasil no Programa Nacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) é “horrível”.

Em transmissão ao vivo pelo Facebook, nesta quinta-feira (5), Bolsonaro declarou:

“A gente não pode esperar que o Brasil vá para frente com notas tão ruins no ensino fundamental. É horrível. Estamos trabalhando para mudar, mas não se muda a educação de uma hora para outra.”

O chefe do Executivo reforçou, porém, que a prova foi aplicada no início de 2018, afastando sua gestão do resultado:

“Não tem nada a ver com o nosso governo. Zero. E as notas foram péssimas. O Brasil continua, realmente, muito mal na América do Sul, é um dos piores países na América do Sul e obviamente perante ao mundo todo está lá atrás.”


06 de dezembro de 2019
renova mídia

MAIS CRIANÇAS DA VENEZUELA ESTÃO ENTRANDO SOZINHAS NO BRASIL


Por não possuírem um responsável legal no Brasil, os menores de idade não podem se matricular na escola ou ter carteira do SUS.

O agravamento da crise humanitária na Venezuela tem elevado o número de crianças e adolescentes cruzando a fronteira do Brasil desacompanhados.

Entre 1º de maio a 21 de novembro de 2019, 529 menores de idade passaram pelo posto na fronteira. Destes, 59% estavam com um adulto que não é seu parente ou responsável legal e 41%, totalmente sozinhos.

A maioria — 90% — tinha entre 13 e 17 anos, mas havia também crianças abaixo dessa idade. Cerca de 60% são meninas.

Os números foram divulgados pela Defensoria Pública da União (DPU), que faz o atendimento inicial a esses imigrantes na fronteira.

Entre agosto e dezembro de 2018 haviam sido registrados apenas 85 casos. No entanto, em 2019, apenas no mês de maio foram 113, registra o jornal Folha.


06 de dezembro de 2019
renova mídia