"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

domingo, 29 de janeiro de 2017

TENTATIVA DE DELAÇÃO

JOÃO SANTANA DIZ À LAVA JATO QUE DILMA O ALERTOU SOBRE PRISÃO
MARQUETEIRO DO PT TENTA FECHAR ACORDO DE DELAÇÃO PREMIADA

JOÃO SANTANA E MÔNICA MOURA TENTAM DESTRAVAR TRATATIVAS PARA ACORDO DE DELAÇÃO PREMIADA (FOTO: ERBS JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO)


O marqueteiro João Santana afirmou ao Ministério Público Federal que recebeu recados da então presidente Dilma Rousseff de que seria preso pela Operação Lava Jato. A afirmação consta das suas negociações para fechar um acordo de delação premiada.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Santana teria atribuído o recado a um aliado a pedido da então presidente. Já a revista Veja afirma que o marqueteiro disse a interlocutores não saber se o alerta foi redigido por Dilma ou um assessor dela. Ele teria confirmado, porém, que a fonte do alerta seria o Palácio do Planalto.

Santana e sua mulher, Mônica Moura, foram responsáveis pelas campanhas presidenciais de Lula, em 2006 e de Dilma, em 2010 e 2014. Eles são investigados por suposto recebimento de dinheiro da empreiteira Odebrecht na Suíça. O casal foi preso em fevereiro de 2016 na Operação Acarajé, 23.ª fase da Lava Jato. Na época, estavam na República Dominicana, trabalhando na campanha presidencial daquele país. Eles voltaram ao Brasil e se entregaram à Polícia Federal.

O casal ficou preso até agosto, quando pagou fiança de cerca de R$ 31 milhões e deixou carceragem da PF em Curitiba. Nesta época, seus advogados deram início a negociações com os promotores da Lava Jato para viabilizar uma delação premiada, na qual contariam o que sabem sobre o envolvimento de terceiros em atividades criminosas em troca de benefícios no cumprimento de eventual pena.

As negociações, porém, não prosperaram, já que a Lava Jato obteve informações sobre pagamentos irregulares a Santana no exterior por outras fontes. As menções ao suposto recado do Planalto teriam sido feitas para convencer os procuradores de que o casal tem informações ainda inéditas a revelar.

Procurada, a assessoria de imprensa da ex-presidente informou que ela não pretende comentar as reportagens. O ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo considerou a notícia “absurda”. “É absolutamente inverossímil que a presidenta tenha dado qualquer aviso desses até porque nem ela e nem eu tínhamos essas informações privilegiadas sobre operações da Polícia Federal”, afirmou.

29 de janeiro de 2017
postado por m.americo

FARRA MILIONÁRIA

GASTOS SEM LICITAÇÃO AUMENTAM 43% NA CÂMARA
GASTOS SEM LICITAÇÃO NA CÂMARA AUMENTARAM 43% NO ANO PASSADO


EM MEIO À CRISE FINANCEIRA, GASTOS SEM LICITAÇÃO NA CÂMARA AUMENTARAM 43% NO ANO PASSADO

Os contratos assinados pela Câmara dos Deputados sem licitação, em 2016, totalizaram R$25,9 milhões, significando aumento de 43% em relação ao que foi gasto em 2015. A maior parte, R$18,5 milhões, foi para pagar despesas de custeio na Câmara, além de contratos com empresas que fornecem porteiros, zeladores, garagistas, segurança e limpeza contratados para os apartamentos funcionais dos deputados.

Foram gastos mais de R$ 7,3 milhões pelos serviços de copa, cozinha e manutenção na Câmara e apartamentos funcionais de deputados.

Em 2014, sob o comando de Henrique Alves, a Câmara gastou R$20,1 milhões. Em 2015, ainda com Eduardo Cunha, foram R$ 18,1 milhões.

A Câmara alega que problemas com vencedoras obrigou a contratação de outras empresas da licitação, lançada como “dispensa de licitação”.


29 de janeiro de 2017
diário do poder

MARISA LETÍCIA LULA DA SILVA ESTÁ VIVA

SOB MEDIDA PARA OS ISENTÕES

SOB MEDIDA PARA OS ISENTÕES


29 de janeiro de 2017
postado por m.americo

SEM DILMA, MIGRAÇÃO PARA OS EUA DIMINUI 25,6%

SEM DILMA, MIGRAÇÃO PARA OS EUA DIMINUI 25,6%
EMIGRAÇÃO DE BRASILEIROS PARA OS EUA DESPENCOU 25,6% EM 2016
EMIGRAÇÃO DE BRASILEIROS PARA OS EUA DESPENCOU 25,6% NO ANO DO IMPEACHMENT DE DILMA

O impeachment de Dilma Rousseff resultou em alívio para economia, a política e reduziu as tensões nas famílias brasileiras. Após sua saída, caiu 25,6% o movimento de brasileiros que se transferiam para os Estados Unidos. No total, 985,94 mil cidadãos emigraram para os EUA, em 2016, contra 1,32 milhão no ano de 2015. Os dados são do site National Travel & Tourism Office, mantido pelo governo americano. A informação é da coluna Claáudio Humberto, do Diário do Poder.

Nos últimos quatro anos fiscais, a embaixada dos EUA no Brasil emitiu mais de 3,6 milhões de vistos de “não imigrante”.

O desemprego, que chegaria a 12 milhões, a falta de perspectiva e a corrupção política levaram muitos brasileiros a desistir do País.

A embaixada dos EUA estima que o Brasil está entre os dez países que mais enviam imigrantes e turistas para aquele país.

A maioria dos imigrantes brasileiros vive na área metropolitana de Boston, em Nova York e no sul da Flórida.


29 de janeiro de 2017
postado por m.americo

GUERRA CONTRA O PICHO

EM SÃO PAULO, JOÃO DORIA PROPÕE MULTA ELEVADA CONTRA PICHADORES
PICHADORES QUE FICARÃO SUJEITOS A MULTA DE R$5 MIL EM SÃO PAULO


PROJETO SOBRE PUNIÇÃO PARA QUEM FOR PEGO VANDALIZANDO MONUMENTOS, PRÉDIOS PÚBLICOS E PRIVADOS DEVE SER VOTADO NA PRÓXIMA SEMANA NA CÂMARA MUNICIPAL (FOTO: FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO)


O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou neste sábado, 28, que quem for pego pichando monumentos, prédios públicos e privados pagará uma multa de R$ 5 mil. O projeto deve ser votado na próxima semana na Câmara Municipal.

Na guerra contra pichadores, Doria firmou ainda uma parceria com taxistas para que denunciem os arruaceiros em ação na cidade de São Paulo.

"Assinamos um acordo com o Sindicato dos Taxistas. A partir de 1º de fevereiro, serão 38 mil que poderão acionar a Guarda Civil Metropolitana, dia ou noite, quando verem nas ruas alguém pichando muros, casas ou monumentos", disse Doria. Segundo ele, o acordo começa a valer no dia 1º de fevereiro.

Também neste sábado, 12 pichadores foram detidos. Na sexta-feira (28), a Prefeitura anunciou que vai denunciar outros 26 pichadores que foram presos em flagrante.

Na sexta, a Prefeitura de São Paulo anunciou que entrará com ações civis públicas na Justiça contra as pessoas presas em flagrante neste mês por pichar prédios e monumentos públicos na capital paulista. Com praticamente um caso por dia, o objetivo será o ressarcimento dos danos causados e o pagamento de multas. Após pichações no aniversário de São Paulo, o prefeito havia prometido “endurecer” com os autores e manter as ações de limpeza, que ainda motivam protestos.

Para evitar que os pichadores detidos voltem a agir, a Prefeitura também pedirá à Justiça a concessão de liminares impondo multas para quem for flagrado danificando novamente os bens públicos. As ações civis públicas, que devem começar a ser protocoladas na próxima semana, terão como base a Lei Federal 7.347/85. Os processos criminais relativos aos crimes praticados pelos pichadores ainda correrão paralelamente.

Jardim Vertical

A gestão Doria vai plantar 9 mil mudas nas paredes que tinham grafites e foram pintadas de cinza na Avenida 23 de Maio. Os desenhos foram pintados por 490 artistas em 2015, na gestão Fernando Haddad.

Agora, 6 mil metros quadrados de muro serão por 6,7 mil plantas do tipo "unha de gato" e 2.200 de plantas conhecidas como trepadeiras.

Segundo Dora, será o "maior corredor verde da América Latina".

Pela manhã, o prefeito participou de mais uma edição do programa Cidade Linda. Doria se vestiu de jardineiro e cortou a grama da praça Bento de Camargo Barros, na região da Luz.



29 de janeiro de 2017
diario do poder

GUERRA AOS MUÇULMANOS

DECRETO DE TRUMP AFETA ATÉ PORTADORES DA AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA
DOIS REFUGIADOS JÁ FORAM BARRADOS E DETIDOS POR ORDEM DE TRUMP


WASHINGTON CONFIRMOU QUE QUALQUER CIDADÃO QUE NÃO SEJA AMERICANO NATO E TENTE ENTRAR NO PAÍS VINDO DE IRAQUE, SÍRIA, IRÃ, SUDÃO, LÍBIA, SOMÁLIA OU IÊMEN, MESMO COM O VISTO DE RESIDÊNCIA PERMANENTE, SERÁ BARRADO PELO CONTROLE DE IMIGRAÇÃO (FOTO: REPRODUÇÃO/NDTV)

Autoridades federais dos Estados Unidos informaram neste sábado, 28, que qualquer cidadão de Iraque, Síria, Irã, Sudão, Líbia, Somália ou Iêmen, que não seja americano nato, será impedido de entrar no país. De acordo com o governo americano, o decreto assinado pelo presidente Donald Trump na sexta-feira vale até mesmo para os cidadãos com visto de residência permanente (portadores do chamado "Green Card") e pessoas com visto de entrada nos EUA.

Refugiados que estavam a caminho dos EUA quando Trump assinou o decreto proibindo-os de entrar no país foram barrados e presos na manhã deste sábado em aeroportos do país. Com a medida, que impõe uma proibição de três meses à entrada de refugiados dos sete países de maioria muçulmana, residentes dos Estados Unidos que tenham o Green Card e tenham deixado o país ficam impedidos de retornar durante o período de restrição.

Segundo uma fonte do governo que falou sob a condição de anonimato, a única exceção diz respeito a imigrantes e residentes legais cuja entrada nos Estados Unidos seja considerada de interesse nacional. Não está claro, porém, quando essa exceção será aplicada.

Pessoas com Green Card ou visto americano que já estejam nos EUA poderão continuar no país, de acordo com essa autoridade federal.

Companhias aéreas de várias partes do mundo estão sendo notificadas para que impeçam passageiros atingidos pela medida de embarcar.

A empresa holandesa KLM informou que recusou sete potenciais passageiros porque eles não seriam aceitos nos Estados Unidos diante da proibição imposta. Os passageiros embarcariam pela KLM vindos de diversos países do mundo e a nacionalidade deles não foi informada. (AE)


29 de janeiro de 2017
diário do poder

TRUMP MANDA RECADO À COREIA DO NORTE

BRASÍLIA TEME E TREME COM POSSÍVEL DELAÇÃO DE EIKE BATISTA

O MELHOR DOCUMENTÁRIO DA HISTÓRIA SOBRE O MARXISMO CULTURAL

1987 GENERAL FIGUEIREDO JÁ SABIA - ALEXANDRE GARCIA COMENTA O BRASIL

IVES GANDRA MARTINS ALERTA

DESMASCARANDO UM PROFESSOR COMUNISTA!

REPÚBLICA PODE CAIR A QUALQUER MOMENTO!

MAIS UM VÍDEO DEDICADO AOS ISENTÕES

MAIS UM VÍDEO DEDICADO AOS ISENTÕES


29 de janeiro de 2017
postado por m.americo

http://lorotaspoliticaseverdades.blogspot.com/2017/01/mais-um-video-dedicado-aos-isentoes.html

DECRETO DE TRUMP CONTRA MUÇULMANOS DE SETE PAÍSES JÁ ESTÁ VALENDO


Trump assinou decreto proibindo entrada de refugiados nos Estados Unidos
Restrição a imigrantes é válida por 120 dias, pelo menos
As autoridades americanas começaram a implementar a ordem do presidente Donald Trump para impedir a entrada de muçulmanos, com vários viajantes retidos em aeroportos americanos poucas horas depois da assinatura da ordem executiva do chefe de Estado, informa a imprensa. O jornal “The New York Times” destacou que agentes aeroportuários começaram a deter passageiros na sexta-feira à noite, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou a ordem executiva de fechar as fronteiras aos refugiados e imigrantes de sete países muçulmanos.
A medida suspende o programa americano de recepção de refugiados durante pelo menos 120 dias, enquanto as autoridades concretizam o futuro sistema de verificação de vistos.
Também proíbe a entrada nos Estados Unidos de viajantes procedentes de sete países de maioria muçulmana – Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen – durante 90 dias.
CRISTÃOS FAVORECIDOS – Durante a reforma do sistema de vistos, algumas exceções devem ser registradas em favor de pessoas pertencentes a “minorias religiosas”, o que deve favorecer principalmente os cristãos.
A medida é uma das promessas mais polêmicas da campanha eleitoral. Trump afirmou que conseguiria conter a imigração procedente de vários países muçulmanos que, segundo ele, representam uma ameaça terrorista para os Estados Unidos e submeteria os viajantes destas nações a “investigações extremas”.
O NYT informou que as detenções já enfrentam novos desafios legais. Os advogados de dois refugiados iraquianos, que foram retidos no aeroporto John F. Kennedy em Nova York, apresentaram um recurso para a libertação de ambos. Eles afirmam que foram detidos de forma ilegal.

29 de janeiro de 2017
Deu em O Tempo
(France Presse)

QUANDO FOI ALVO DA POLÍCIA EM 2008, EIKE TAMBÉM FOI "INFORMADO" ANTES E VIAJOU


Resultado de imagem para  delegado da PF
O delegado Romero Menezes chegou a ser preso em 2008
Não foi a primeira vez que agentes da Polícia Federal (PF) bateram à porta do empresário Eike Batista e descobriram que ele estava em uma viagem ao exterior. Em julho de 2008, ele foi alvo de mandados de busca e apreensão (mas não de prisão preventiva, como agora) em sua residência na operação Toque de Midas, que investigava fraudes na licitação da Estrada de Ferro do Amapá, que fora concedida à MMX, a mineradora do grupo EBX.
VAZAMENTO INVESTIGADO – Na ocasião, a PF abriu um procedimento para apurar um possível vazamento de informações com base em dois fatos — advogados da EBX foram à Justiça buscar informações sobre o caso uma semana antes da deflagração e Eike se encontrava em Nova York na data que os agentes saíram às ruas.
Quase nove anos depois, Eike voltou a ser alvo da Polícia Federal, desta vez pela acusação de ter pagado propina ao ex-governador Sérgio Cabral na Operação Eficiência, um desdobramento da Lava Jato no Rio. E ele novamente estava em Nova York, para onde teria viajado na última terça-feira. A PF já o considera como foragido e incluiu o seu nome na lista de difusão vermelha da Interpol. E mais uma vez informou que irá apurar o vazamento de informações.
DIRETOR PRESO – Em relação ao caso de 2008, a PF acabou prendendo o diretor-executivo do órgão Romero Menezes sob a suspeita de ser o autor dos vazamentos. Depois, ele foi liberado.
Mais um ponto em comum entre as duas investigações. O então vice-diretor da MMX, Flávio Godinho, também foi alvo de buscas e – olha só – ele também estava nos Estados Unidos, mais precisamente em Miami. Nesta quinta-feira, o ex-executivo da EBX que hoje era vice-presidente de futebol do Flamengo não teve tanta “sorte” e foi detido na Eficiência, acusado de envolvimento na ocultação de propina que era paga pelas empreiteiras a Sérgio Cabral.
OUTROS PROCESSOS – Eike Batista também já é réu em uma ação penal que tramita na Justiça Federal do Rio de Janeiro por crimes contra o mercado de capitais. Segundo a denúncia que é originária do Ministério Público Federal de São Paulo, ele é acusado de manipulação de mercado e uso de informação privilegiada na negociação de ações da OSX, sua empresa de construção naval. Em outro processo, Eike foi absolvido dos crimes de formação de quadrilha, falsidade ideológica e crimes contra a economia, em março de 2016.
Por esses e outros casos, o empresário já teve os bens bloqueados pela Justiça em pelo menos duas ocasiões, o que contribuiu para a desidratação da sua fortuna que já foi uma das maiores do país. O último bloqueio às suas contas foi decretado pela Justiça das Ilhas Cayman no valor de 63 milhões de dólares. A informação data de outubro do ano passado, mas foi divulgada nesta terça-feira.

29 de janeiro de 2017
Eduardo Gonçalves
Veja