"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

TEMER E GILMAR SE REÚNEM DE NOVO E MENTEM SOBRE O JANTAR NA CASA DO MINISTRO


Resultado de imagem para temer e gilmar charges
Charge do Elvis (Humor Político)
O presidente Michel Temer e o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do STF, Gilmar Mendes, voltaram a se reunir fora da agenda oficial do Palácio do Planalto, segundo a TV Globo. Gilmar disse que eles discutiram a ampliação da biometria para as eleições de 2018. O encontro aconteceu na manhã de segunda-feira.
Também sem registro na agenda, o presidente Michel Temer reuniu-se na semana passada com Gilmar Mendes, na residência do presidente do TSE. Temer jantou com Gilmar e também o secretário-geral da presidência Moreira Franco.
TUDO “NORMAL” – Em entrevista ao Globo, o ministro classificou a reunião como absolutamente normal. Segundo ele foi uma conversa na condição de presidentes do TSE e da República, e não de juiz e investigado, para tratar da reforma política. Segundo Gilmar, também ‘não veria problema de Moro receber o presidente Lula’.
O jantar teve como cardápio a lista tríplice de nomes para substituir o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Na conversa, segundo participantes, houve o consenso de que Temer deveria escolher um nome da lista, para não desrespeitar o Ministério Público (MP), e que Raquel Dodge era um excelente nome.
Temer e Gilmar são amigos de longa data e não foi a primeira vez que ambos participam de jantar. O presidente da República já foi em outros encontros na residência de Gilmar.
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – As relações entre o indiciado Michel Temer e o juiz Gilmar Mendes revelam uma promiscuidade que nada tem de republicana, parece coisa da Idade Média. São dois farsantes e mentirosos contumazes. Como registrou aqui na “Tribuna da Internet” o comentarista Rubens Barbosa Lima, Temer disse que agendou o jantar com Gilmar e os dois ministros (Moreira Franco e Padilha) ficaram sabendo e os três disseram a ele que iriam juntos. A explicação de Temer não bate com a versão de Gilmar, que disse ter combinado o jantar com Moreira, mas Temer e Padilha ficaram sabendo e também decidiram comparecer. Diante da gritante contradição, Barbosa Lima sugere uma acareação para estabelecer a verdade. Por enquanto só temos versões absolutamente conflitantes, que revelam a falta de caráter dos interlocutores. (C.N.)

05 de julho de 2017
Deu em O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário