"Quero imaginar sob que novos traços o despotismo poderia produzir-se no mundo... Depois de ter colhido em suas mãos poderosas cada indivíduo e de moldá-los a seu gosto, o governo estende seus braços sobre toda a sociedade... Não quebra as vontades, mas as amolece, submete e dirige... Raramente força a agir, mas opõe-se sem cessar a que se aja; não destrói, impede que se nasça; não tiraniza, incomoda, oprime, extingue, abestalha e reduz enfim cada nação a não ser mais que um rebanho de animais tímidos, do qual o governo é o pastor. (...)
A imprensa é, por excelência, o instrumento democrático da liberdade." Alexis de Tocqueville
(1805-1859)

"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas." Winston Churchill.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

JOESLEY VOLTOU DOMINGO E DEU NOVO DEPOIMENTO CONTRA MICHEL TEMER & CIA

Resultado de imagem para joesley e temer charges
Charge do Amarildo (amarildo.com.br)
O empresário Joesley Batista está no Brasil desde domingo e já depôs novamente na Lava Jato, reforçando as informações anteriores. Desde que fez delação premiada, ele se refugiou na China. O Estadão apurou que ele não estava em Nova York como se pensava. Joesley não vinha ao Brasil desde que envolveu o presidente da República, Michel Temer, num escândalo de corrupção. Ele veio ao país para prestar depoimento à Procuradoria Geral da República, o que aconteceu na segunda-feira.
Em delação premiada, Joesley acusou Temer de receber propina da JBS. O empresário é dono da J&F, que controla a JBS. O Supremo Tribunal Federal (STF) instaurou inquérito contra Temer por suposto crime de corrupção, organização criminosa e obstrução à Justiça.
DE CABELO CURTO – O empresário é investigado em várias outras frentes, além daquelas que lhe garantiram perdão judicial pela delação premiada. Fontes dizem que ele teria cortado o cabelo curto para não ser reconhecido no retorno ao Brasil.
Uma das investigações que podem causar maiores problemas para Joesley foi deflagrada na última sexta-feira pela Polícia Federal. Ela apura se houve uso indevido de informações privilegiadas por parte da JBS e FB Participações em transações de mercado financeiro ocorridas entre abril de maio deste ano, período em que o empresário fazia sua delação premiada.
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
 – Joesley e Temer, ex-grandes amigos, estão agora travando uma guerra de extermínio. O presidente colocou em campo todas as suas tropas para destruir a JBS, maior produtora de proteína anima do mundo, sem levar em conta os prejuízos dos sócios do grupo – o BNDES e os fundos de pensão das estatais, além do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, que têm empréstimos a receber, sem falar nos milhares e milhares de pequenos e médios produtores rurais que são fornecedores da JBS. Por isso, Joesley Batista voltou ao país e deu um tremendo reforço nas acusações que a Procuradoria-Geral da República fará a Temer, nos próximos dias. O assunto é importantíssimo, depois voltaremos a ele. (C.N.)

14 de junho de 2017
Deu no Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário